Vinicius Silvestre lamenta derrota no fim e diz que trocaria ‘retorno’ por vitória

LANCE!/NOSSO PALESTRA
·2 minuto de leitura


Com a missão de substituir Weverton, poupado pela comissão técnica, Vinicius Silvestre fez na noite desta quarta-feira (17) a segunda partida profissional com a camisa do Palmeiras. O goleiro de 26 anos não conseguiu evitar a derrota para o já rebaixado Coritiba pelo placar mínimo e chegou a ser bastante exigido na etapa final. O gol do time paranaense foi no fimal da partida.

>> Veja a tabela completa do Brasileirão e simule os próximos jogos

Após retornar de empréstimos com passagem por Ponte Preta e CRB, o arqueiro comentou a felicidade de defender as cores do clube e reforçou a boa convivência com Weverton e Jailson. Vinicius não escondeu a frustração pelo revés e afirmou que trocaria por um triunfo:

– Estou muito feliz. Estou há bastante tempo no clube e estou bastante feliz por voltar a atuar no Palmeiras. Existem dois grandes goleiros e não tenho o que falar a respeito. Admiro muito os dois. Mas eu trocaria tudo pela vitória – disse o goleiro.

Apesar de ser o terceiro goleiro do elenco, Vinicius sabe que a concorrência é grande no time e declarou que procura se aprimorar sempre nos treinamentos para estar com confiança e foco quando for solicitado. Vinícius pediu para a equipe levantar a cabeça e admitiu que a derrota não estava nos planos:

– A gente se cobra muito no dia a dia. Procuramos sempre melhorar e evoluir, mas a nossa performance não era o que a gente esperava. A gente reconhece isso. É trabalhar para melhorar cada vez mais – finalizou.

A primeira partida de Vinicius Silvestre ocorreu em 2016, na derrota por 1 a 0, para o Santos. Ele chegou ao clube em 2006 e atuou nas bases da Seleção Brasileiro. Do atual elenco alviverde, ele é o que mais tem tempo de casa. O jogador subiu para a equipe profissional em 2013 e só fez a sua estreia no Palmeiras três anos depois.