Vini Jr. é o jogador da seleção com maior valor de mercado; Daniel Alves, o com menor

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Neymar pode ser o jogador mais badalado entre os 26 da seleção brasileira que irão à Copa do Mundo.

Mas, na lista dos mais valiosos, dos que têm o maior valor de mercado, ele ocupa "apenas" a terceira colocação.

De acordo com o site alemão Transfermarkt, de estatísticas de futebol e especializado nesse tipo de levantamento financeiro, o camisa 10 do Brasil fica atrás do camisa 20 e do camisa 21.

Ambos são atacantes, ambos defendem o Real Madrid e ambos a princípio não serão titulares quando a seleção de Tite estrear no Mundial do Qatar, no dia 24, uma quinta-feira, diante da Sérvia.

O ex-flamenguista Vinicius Junior, 22, ou simplesmente Vini Jr., vale atualmente 120 milhões de euros (R$ 621 milhões). Rodrygo, 21, ex-santista como Neymar, 80 milhões de euros (R$ 414 milhões). O trintão Neymar, 75 milhões de euros (R$ 388 milhões).

O principal craque do Brasil está bem desvalorizado em relação ao que custou em 2017 ao PSG, que pagou 222 milhões de euros ao Barcelona.

Com o mesmo valor de Neymar aparecem na relação do Transfermarkt, fechando o "top 5", os também atacantes Gabriel Jesus (Arsenal) e Antony (Manchester United).

Na outra ponta da lista, a inferior, o atleta do Brasil que irá à Copa com o menor valor de mercado é Daniel Alves, 39, que teve a convocação contestada por muita gente, incluindo Casagrande, colunista da Folha.

O lateral direito é avaliado em 1 milhão de euros (R$ 5,2 milhões), ficando uma posição abaixo do 25º colocado, o zagueiro Thiago Silva, possível capitão do time na Copa, cujo valor é de 2,5 milhões de euros (R$ 13 milhões).

A seguir, conforme o Transfermarkt, o valor de mercado, em euros, de todos os convocados de Tite.

Somados, esses atletas do Brasil valem 1,137 bilhão de euros (R$ 5,89 bilhões), o que daria para cobrir os gastos de quatro estádios Mané Garrincha, em Brasília, o mais caro (R$ 1,4 bilhão) para a Copa do Mundo de 2014, no Brasil.

A paridade do euro em relação ao real nesta quarta-feira (9) é de 1 para 5,18.

Vinicius Junior (Real Madrid, 22 anos, atacante): 120 milhões

Rodrygo (Real Madrid, 21 anos, atacante): 80 milhões

Neymar (Paris Saint-Germain, 30 anos, atacante): 75 milhões

Gabriel Jesus (Arsenal, 25 anos, atacante): 75 milhões

Antony (Manchester United, 22 anos, atacante): 75 milhões

Marquinhos (Paris Saint-Germain, 28 anos, zagueiro): 70 milhões

Éder Militão (Real Madrid, 24 anos, zagueiro): 60 milhões

Bruno Guimarães (Newcastle, 24 anos, volante): 60 milhões

Gabriel Martinelli (Arsenal, 21 anos, atacante): 60 milhões

Fabinho (Liverpool, 29 anos, volante): 55 milhões

Casemiro (Manchester United, 30 anos, volante): 50 milhões

Alisson (Liverpool, 30 anos, goleiro): 50 milhões

Richarlison (Tottenham, 25 anos, atacante): 50 milhões

Raphinha (Barcelona, 25 anos, atacante): 50 milhões

Ederson (Manchester City, 29 anos, goleiro): 45 milhões

Lucas Paquetá (West Ham, 25 anos, meia): 45 milhões

Bremer (Juventus, 25 anos, zagueiro): 40 milhões

Fred (Manchester United, 29 anos, volante): 20 milhões

Alex Telles (Sevilla, 29 anos, lateral esquerdo): 14 milhões

Danilo (Juventus, 31 anos, lateral direito): 13 milhões

Pedro (Flamengo, 25 anos, atacante): 12 milhões

Alex Sandro (Juventus, 31 anos, lateral esquerdo): 6 milhões

Éverton Ribeiro (Flamengo, 33 anos, meia): 4,5 milhões

Weverton (Palmeiras, 34 anos, goleiro): 4 milhões

Thiago Silva (Chelsea, 38 anos, zagueiro): 2,5 milhões

Daniel Alves (Pumas, 39 anos, lateral direito): 1 milhão

No topo da relação dos mais valiosos da seleção brasileira, Vini Jr. só fica atrás de dois jogadores, ambos atacantes, na lista mundial do Transfermarkt.

São eles Haaland (170 milhões de euros), que não irá à Copa pois a Noruega não se classificou, e Mbappé (160 milhões de euros), que tentará bisar com a França o título obtido na Copa da Rússia, quatro anos atrás.