Vinícius Júnior vê Real Madrid superior ao Barcelona e promete título

Goal.com

Vinícius Jr. estreou no Real Madrid em setembro de 2018, há pouco mais de um ano e meio. Mesmo assim, parece fazer mais tempo: o atacante já viveu uma carreira de altos e baixos na Espanha. Agora, quando parecia estar perto de se consolidar de vez entre os titulares do clube, depois de marcar contra o Barcelona, a paralisação impediu que o jogador continuasse a boa temporada.

A crise do coronavírus Covid-19 afetou e muito a Espanha: o país foi um dos que mais sofreu no continente europeu. Agora, que já se fala numa possível retomada do futebol, o brasileiro fez uma promessa. "Vamos ganhar a La Liga para nossos torcedores", afirmou o atacante ao Marca.

Perguntado sobre as partidas diante do Barcelona, não teve papas na língua: "Nós fomos melhores que eles em mais coisas. Temos muita vontade de ganhar. Nosso povo sofreu muito e queremos lhes dar uma alegria. Sabemos que ser campeão da Liga não vai solucionar as tragédias que estamos vivendo, mas vai colocar um sorriso no rosto dos torcedores." declarou.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

O Real Madrid já enfrentou o Barcelona duas vezes nesta temporada, com um empate e uma vitória dos merengues, por 2 a 0, com um gol de Vinícius Jr., depois de receber belo passe de Toni Kroos. Mesmo com o bom retrospecto, um tropeço diante do Bétis fez que o clube madrilenho perdesse o primeiro posto da tabela para o arquirrival.

Para tentar recuperar a liderança, Zinedine Zidane conta com o brasileiro, que já prometeu retornar da quarentena mais forte e mais rápido. "Tive dois meses de trabalho duro e dedicado, com regularidade. Treinei com disciplina e exercitei todos os músculos, estou melhor, trabalhei mais pesado do que em todo o resto da minha vida." declarou o jogador.

Se já começa a se falar sobre uma possível retomada da La Liga, Vincíus Jr. chegou a acreditar que isto não seria possível, dada a gravidade da situação no país.

"A crise era enorme e o número de mortos, altíssimo. Pensei que seria impossível terminar a temporada. Agora acho que pouco a pouco, lentamente, podemos retomar as coisas." O atacante ainda falou um pouco sobre suas preocupações gerais durante a pandemia: "Me coloquei no papel de todas as famílias que perderam alguém querido. As notícias que chegam são de impotência. Estão sofrendo muito aqui e no Brasil. Temos muito medo, lógico." terminou.

Leia também