Vilão em 96, Southgate busca título para superar trauma na Euro

·3 minuto de leitura
Gareth Southgate dejected after failing to score in the penalty shoot out between England and West Germany in the semi final of the Euro 96 championship.   (Photo by Neil Munns - PA Images/PA Images via Getty Images)
Southgate lamenta após perder pênalti na semifinal da Euro de 1996 (Neil Munns - PA Images/PA Images via Getty Images)

LONDRES (INGLATERRA) - A Inglaterra começa neste domingo (13) sua caminhada em busca do inédito título da Eurocopa, quando encara a Croácia, em Wembley, no noroeste de Londres. O torneio, no entanto, pode valer muito mais para Gareth Southgate. Para o treinador, a conquista colocaria um ponto final em um dos capítulos mais tristes de sua carreira de jogador, um 'fantasma' que o assombra há 25 anos.

>> Ouça o 'Segunda Bola', o podcast do Yahoo com Alexandre Praetzel e Jorge Nicola

Em 1996, Southgate formava ao lado de Tony Adams a zaga titular da seleção na Euro, sediada justamente na Inglaterra. A expectativa no país era grande, já que a equipe comandada por Terry Venables contava com bons nomes na época, como Paul Gascoigne, Alan Shearer, Steve McManaman, Teddy Sheringham, Paul Ince, David Seaman, entre outros.

Leia também:

Apesar do empate na primeira rodada contra a Suíça, as vitórias contra Escócia e Holanda, essa última com uma goleada, elevaram a moral da equipe. Nas quartas, contra a Espanha, outro empate, mas revertido nas penalidades máximas.

A Inglaterra chegava, então, à semifinal - igualando seu melhor desempenho na história da competição (1968). O adversário era a tradicional Alemanha, em Wembley. Alan Shearer abriu o placar para os donos da casa com apenas três minutos. No entanto, aos 16, Stefan Kuntz igualou. E mais uma vez a decisão foi para os pênaltis.

Um a um, jogadores das duas seleções foram se revezando e balançando as redes. Shearer, David Platt, Stuart Pearce, Paul Gascoigne e Teddy Sheringham converteram os cinco primeiros para a Inglaterra, enquanto Thomas Hässler, Thomas Strunz, Stefan Reuter e Stefan Kuntz igualaram para os alemães.

Nos alternados, Southgate se colocou à disposição. "Eu fui um voluntário. Esse era o tipo de jogador e personalidade que eu tinha, senti que deveria chamar a responsabilidade", disse em uma entrevista ao The Guardian. O zagueiro tomou muita distância, arrancou da meia-lua e, de direita, tentou bater cruzado. O chute saiu fraco e quase que centralizado, fácil para a defesa de Andreas Köpke.

"Eu passei algumas décadas pensando nisso. Talvez fosse mais corajoso não ter se oferecido, se você não está confiante. Mas, em defesa da equipe, as disputas de pênaltis não eram tão regulares naquela época. Empates da FA Cup, por exemplo, tinham até dois jogos de desempates, então não estávamos nessas situações com tanta frequência como agora. O nível de conhecimento e compreensão não era tão grande também e não tínhamos tanta informação quanto temos agora", analisou Southgate.

Após o erro, ainda havia uma chance. Andreas Möller, porém, foi o responsável por acabar com o sonho inglês e aumentar o pesadelo do hoje treinador da Inglaterra. O camisa 7 bateu com força, no alto, no meio do gol, sem chances para Seaman, calando os 75 mil torcedores presentes no templo do futebol.

Southgate até tenta esquecer, mas é difícil superar o fato de ter sido o homem que acabou com o sonho de uma nação. "Às vezes digo para mim mesmo que o tempo passou, que as pessoas não se lembram ou se importam mais com aquilo. De repente, estou no lobby de um hotel, uma garota vira para o namorado e diz: 'acho que aquele é o cara que perdeu o pênalti'. Tarde demais", recordou.

Em 2021, Southgate tem sob seu comando uma talentosa geração, recheada de atletas experientes e consagrados, mas também com grandes promessas do futebol mundial. Além da Croácia, a Inglaterra ainda encara Escócia e República Tcheca na fase de grupos. Apesar de sedes espalhadas pelo continente, as semifinais e a grande decisão serão justamente em Wembley, chance perfeita para espantar o ‘fantasma’ de 96 e deixar de vez o passado para trás.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos