Vila Nova sai na frente, mas Guarani busca empate pela Série B

·4 min de leitura


Na noite deste domingo (7), Vila Nova e Guarani se enfrentaram pela 34ª rodada do Brasileirão Série B 2021. No OBA, em Goiânia, o time da casa abriu 2 a 0, com dois gols de Alesson, mas Mateus Ludke e Lucão do Break deixaram tudo igual para o Bugre.

Agora, as equipes voltam a campo no meio da semana, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B 2021. Na quarta-feira (10), o Guarani visita o Brasil de Pelotas, às 19h. Por outro lado, na quinta-feira (11), o Vila Nova vai até o Maranhão encarar o Sampaio Corrêa, no mesmo horário.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

Pressão do Vila
Os primeiros 15 minutos no OBA foram de muitos movimentos. Fora de casa, o Guarani tentou tomar conta da posse de bola nos minutos iniciais e chegou com perigo em chute de longe de Régis, que Georgemy defendeu em dois tempos.

Depois do susto inicial, o Vila Nova tomou conta do jogo. Aos oito minutos, Diego Tavares alçou na área, e Clayton cabeceou por cima, com perigo. Pouco depois, após sobra de escanteio, Renato Silveira tentou o chute e, com desvio de Ronaldo Alves, a bola tocou na trave.

Bugre responde
Depois de aceitar a pressão, o Guarani tratou de esfriar o confronto e passou a administrar a posse da bola. Ludke quase surpreendeu Georgemy em cruzamento que foi na direção do gol.

Já aos 28, o time visitante promoveu uma verdadeira blitz na área rival, e Bidú obrigou Georgemy a espalmar uma bomba. Em seguida, Bruno Sávio foi travado ao tentar abrir o placar.

Vila na frente!
A partida continuou movimentada e dividida entre as equipes no quesito de criação. Depois dos apuros, o Vila Nova passou a se mostrar mais confiante e assustou com Clayton, que parou na boa saída do goleiro Rafael Martins.

Entretanto, aos 37, não houve nada que o goleiro dos visitantes pudesse fazer quando Diego Tavares levou para o fundo e cruzou rasteiro. Alesson apareceu no meio da defesa e mandou para o fundo do gol. O atacante ainda teve a chance de fazer o segundo antes do intervalo, mas não teve êxito.

Voltou e marcou!
A volta do intervalo fez o torcedor do Vila Nova ainda mais feliz. Logo aos dois minutos, Clayton recebeu dentro da área e apenas serviu Alesson, que completou para as redes, marcando o segundo do Tigre e o segundo dele no jogo.

Vale ressaltar, que a arbitragem não contou com o auxílio do VAR ao longo da partida, tendo em vista problemas técnicos. Sendo assim, a decisão de campo do árbitro foi mantida, ainda que a posição de Clayton parecesse duvidosa.

Guarani mostra força
​Depois do 2 a 0, o Guarani partiu para o desespero, enquanto que o Vila Nova se fechou, já pensando nos contra-ataques, tendo em vista a exposição do adversário.

Mesmo sem muita criatividade, o Bugre conseguiu diminuir a vantagem no OBA com o lateral Mateus Ludke. Andrigo fez jogada dentro da área e serviu o ala que, na saída do goleiro, bateu por baixo, encurtando a vantagem dos donos da casa.

Tudo igual!
​O gol deu ainda mais ânimo para o Guarani, que passou a ser ainda mais perigoso quando chegou ao ataque. Georgemy teve que trabalhar em chutes de Andrigo e Bidú.

Entretanto, não houve nada que o goleiro do Vila Nova pudesse fazer quando Andrigo lançou cruzamento na área, e Lucão do Break subiu para testar firme, para o chão, deixando tudo igual no OBA.

Polêmica
​Já quando o jogo se aproximava de sua reta final, o Guarani chegou a tomar a frente do placar. Em lance pela direita, Lucão do Break recebeu cruzamento rasteiro e completou para as redes. Contudo, a assistente Maíra Mastella anulou o lance.

Como o VAR continuou fora do ar, a decisão de campo foi mantida, gerando revolta dos jogadores bugrinos, que reclamaram incisivamente com a assistente e o árbitro principal da partida.

FICHA TÉCNICA
VILA NOVA 2 X 2 GUARANI
​​​​Local
: OBA, em Goiânia (GO)
Data/Horário: 07 de novembro de 2021 (domingo), às 18h15
Árbitro: Douglas Schwengber da Silva (RS)
Assistentes: Lúcio Beiersdorf Flor (RS) e Maíra Mastella Moreira (RS)
Gols: Alesson (37'/1°T) (1-0), Alesson (2'/2°T) (2-0), Mateus Ludke (24'/2°T) (1-2), Lucão do Break (32'/2°T)
Cartões amarelos: Moacir, Arthur Rezende, Dudu (Vila Nova), Samuel Santos, Andrigo (Guarani)

VILA NOVA: Georgemy; Moacir, Rafael Donato, Renato Silveira e Willian Formiga; Dudu, Pedro Bambu e Arthur Rezende (Tiago Real, aos 35'/2°T); Diego Tavares (Rafael Silva, aos 43'/2°T), Clayton (Pedro Júnior, aos 27'/2°T) e Alesson (Maná, aos 27'/2°T). Técnico: Higo Magalhães.

GUARANI: Rafael Martins; Mateus Ludke, Thales, Ronaldo Alves e Bidú; Bruno Silva, Rodrigo Andrade (Luiz Gustavo, aos 38'/2°T) e Régis (Andrigo, aos 15'/2°T); Allan Victor (Lucão do Break, aos 0'/2°T), Bruno Sávio e Júlio César (Pablo, aos 15'/2°T). Técnico: Daniel Paulista.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos