Vice do Vasco eleva o tom das críticas à Ferj por adiamento do clássico: 'É inacreditável a subserviência'

LANCE!
·1 minuto de leitura


A insatisfação do Vasco é grande. Além de uma nota oficial, o clube se manifestou também por meio do primeiro vice-presidente geral, Carlos Roberto Osório, após o adiamento do Clássico dos Milhões desta quarta para quinta-feira. Em entrevista ao canal "Portão 9", o dirigente elevou o tom das acusações de favorecimento ao Flamengo.

- O que se passou foi um absurdo, um desrespeito ao Vasco e ao Campeonato Carioca. Iniciamos o dia (segunda-feira) com a Federação Carioca mandando a tabela, tudo confirmado direitinho. Na parte da tarde, as áreas técnicas de Vasco, Federação e Flamengo discutiram do jogo na quarta. Por volta de 17h, estávamos no meio da nossa reunião de diretoria e veio a informação de que a Ferj decidiu unilateralmente, sem consultar o Vasco, mudar o jogo de quarta para quinta - criticou, antes de prosseguir com duras críticas:

- É inacreditável a subserviência que se tem na Federação Carioca aos desejos do nosso rival. Isso é inaceitável. Ninguém falou nada. Soltamos uma nota dura de repúdio. Vamos ver como esse barco vai correr agora - afirmou Osório.

-> Confira a tabela do Campeonato Carioca

A partida estava prevista para esta quarta-feira, mas foi adiada em um dia. Atendeu-se, assim, a um pedido da diretoria do clube rubro-negro.