Vice-presidente do Inter faz comentário ácido sobre arbitragem diante do Flamengo

Futebol Latino
·2 minuto de leitura
João Patrício Herrmann - Internacional

O clima no entorno da partida entre Flamengo e Internacional no próximo domingo (21) que pode sacramentar o campeão do Brasileirão em caso de vitória do Colorado tem se mostrado bastante quente. Principalmente, no que se refere a declarações de dirigentes de ambos os lados.

Dessa vez, quem fez uma pontuação ácida sobre a arbitragem do compromisso marcado para às 16h (de Brasília) no Maracanã foi o vice-presidente do Inter, João Patricio Herrmann, em entrevista que deu para a 'Rádio Grenal'.

Leia também:

Segundo ele, existe a preocupação de que não haja interferência negativa de quem estará no apito como, em sua avaliação, ocorreu na partida onde o Internacional bateu o Vasco por 2 a 0 em São Januário.

- Espero que o juiz não nos atrapalhe, que ele não seja um caos como foi contra o Vasco. Tenho certeza que 11 contra 11, temos toda a condição de voltar do Maracanã com os três pontos.

Além disso, Herrmann também preferiu transferir a responsabilidade de decidir sobre a escalação ou não de Rodinei (algo que pode render o pagamento de uma multa no valor de R$ 1 milhão) para a comissão técnica capitaneada por Abel Braga. Entretanto, sem deixar de fazer a ressalva de que o valor é considerável:

- Vai ficar por parte da comissão técnica essa decisão. É um valor expressivo, um valor que faz falta pra qualquer um. O Inter vai avaliar essa situação (do Rodinei). É uma situação que passa por dentro do vestiário também, temos atletas em condições de jogar - completou o vice-presidente do Inter.

A arbitragem do próximo jogo do Colorado será de responsabilidade de Raphel Claus (FIFA-SP), assistido por Marcelo Van Gasse e Neusa Inês Back, ambos também do quadro da FIFA vindos de São Paulo. O comando da cabine do VAR será de responsabilidade de Rodrigo Guarizo do Amaral (CBF-SP).