Vice-presidente do Barcelona não quer outra virada histórica

(Arquivo) O vice-presidente do Barcelona, Jordi Mestre

O vice-presidente esportivo do Barcelona, Jordi Mestre, considerou que o confronto contra o Juventus pelas quartas de final da Liga dos Campeões "não será fácil".

"O sorteio é assim e é claro que nas quartas não existem times fáceis. Tiramos a Juventus e é claro que a eliminatória não vai ser fácil", falou Mestre à televisão BeIN Sports.

"Sabemos do potencial da Juve e eles têm um jogador que esteve com nós durante muitos anos e que gostamos muito. Vai ser um jogo especial e a vantagem de jogar a volta em casa depende muito do jogo de ida', falou o dirigente catalão.

O brasileiro Daniel Alves deixou o Barça no fim da última temporada e rumou em direção à Turim.

"Acho que na eliminatória é importante marcar fora", acrescentou Mestre, lembrando que a Juve e o Barça disputaram a final da Champions de 2015, com vitória para os espanhóis por 3 a 1, em Berlim.

"Há anos que tiramos ossos duros e isso vai continuar, mas este ano acho que estamos bem e com a moral lá no alto", falou Mestre, acrescentando que espera que o time não repita a tensão da virada contra o PSG: "não precisamos desse extremo", finalizou.