Vice de futebol do Inter espera liminar contra perda de mandos

Depois de seus torcedores brigarem na estreia do Campeonato Gáucho, na partida contra o Veranópolis fora de casa, o Internacional perdeu dois mandos de campo em decisão do TJD do Rio Grande do Sul divulgada nesta sexta-feira. Em entrevista coletiva após o jogo contra o São Paulo-RS na noite deste domingo, o vice-presidente de futebol da equipe, Roberto Melo, já deixou claro que o Colorado irá recorrer da punição.

“O clube vai recorrer da decisão, resta esperar o resultado. Mas temos que esperar porque hoje ainda não recebemos nenhuma notificação. O importante agora é a decisão de entrar com o recurso suspensivo”, afirmou Melo. Além dos mandos, o Inter foi multado em 20 mil reais.

Como dois dos últimos três jogos do Inter Gauchão serão fora de casa, apenas o confronto contra o Cruzeiro, na última rodada, além de mais um compromisso caso a equipe passe de fase, precisariam de uma nova casa para acontecer. Pelo regulamento do estadual, a equipe não pode mandar jogos no Beira Rio com portão fechado, mas pode achar uma nova casa para abrigar seus compromissos.

“Dependendo do momento que se cumpra essa pena, pode ser que não tenha jogos no estádio (Novo Hamburgo). A gente não sabe exatamente qual situação vai ser. Nesse momento não temos nem os classificados para saber. Temos que aguardar. Se a gente não conseguir o resultado favorável, aí a gente pensa em onde jogar”, completou o vice.

Neste sábado, jogando ainda no Beira Rio, o Internacional venceu o São Paulo-RS por 1 a 0, gol de Nico López ainda no primeiro tempo, e retornou para o G8 de classificação para a fase eliminatória do estadual.

A equipe ainda encara o Ypiranga (22 de março) e o São José (26 de março) fora de casa antes de enfrentar o Cruzeiro em estádio ainda a definir. Pela Copa do Brasil, o Inter tem pela frente o Corinthians nas oitavas de final, com jogos marcados para abril.