Vice de Filipe Sabará desiste de concorrer à Prefeitura de São Paulo

Colaboradores Yahoo Notícias
·2 minuto de leitura
Filipe Sabará e Marina Helena, que formaram chapa para disputar a Prefeitura de São Paulo pelo partido Novo
Filipe Sabará e Marina Helena, que formaram chapa para disputar a Prefeitura de São Paulo pelo partido Novo

Candidata a vice-prefeita de São Paulo ao lado de Filipe Sabará, Marina Helena anunciou no último sábado (24) que desistiu de concorrer à eleição de 15 de novembro. Em vídeo publicado em sua rede social, ela citou a expulsão do colega de chapa pelo partido.

"Eu me dediquei de corpo e alma nos últimos oito meses a estudar São Paulo e encontrar soluções reais para a cidade. Infelizmente, dado os últimos acontecimentos, eu não vejo mais ser possível implementar essa agenda e por isso eu renuncio à minha candidatura à vice-prefeitura", disse Marina.

Leia também

A agora ex-candidata também elogiou Sabará e o Novo. O candidato, expulso após denúncias de incongruência em seu currículo, disse ser alvo de perseguição interna pelo fundador do partido, João Amoedo, e que continuará na disputa eleitoral.

"Eu queria deixar um agradecimento muito especial ao Felipe Sabará e ao partido Novo. Eu sei que nesses últimos tempos existem diferenças entre eles, mas sei que eles compartilham o mesmo propósito que me trouxe à política, que é transformar a vida das pessoas através de valores liberais e do combate à corrupção", afirmou ela na rede social.

Segundo o jornal Folha de S.Paulo, o Novo enviou um ofício ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) em que solicita o cancelamento do requerimento de registro da candidatura de Filipe Sabará à Prefeitura de São Paulo. Com isso, o partido pretende que o empresário seja impedido de continuar com a campanha.

A legenda argumenta que a expulsão de Sabará do partido por decisão da comissão de ética faz com que o registro da candidatura de Sabará seja indeferido ou cancelado, referindo-se ao artigos 14 da Constituição e 14 da lei eleitoral.