A vez de Pedro Rocha? Atacante pode ganhar chances no Flamengo com a chegada de Rogério Ceni

João Marcos Santana*
·2 minuto de leitura


A chegada de Rogério Ceni ao Flamengo traz ao torcedor a esperança de que o clube recupere o bom momento e volte a apresentar um bom futebol. No entanto, um jogador em especial tem motivos para vibrar com o anúncio do ex-técnico do Fortaleza. Primeira contratação do Flamengo para 2020, Pedro Rocha trabalhou com o treinador no Cruzeiro em 2019, mas pouco atuou pelo Rubro-Negro este ano.

placeholder


Pedro Rocha chegou ao clube mineiro como contratação badalada e rapidamente ganhou espaço no time de Mano Menezes. Ao todo, o atleta fez 33 jogos, com quatro gols marcados e três assistências. Desses jogos, sete foram sob o comando de Rogério Ceni em sua curta passagem por Minas Gerais (apenas oito partidas). Apesar de não ter marcado gol, o atacante ganhou a confiança do treinador e foi titular em seis partidas.

Com Ceni, Pedro Rocha atuou em uma função diferente da habitual. Acostumado a jogar pelo lado esquerdo, o treinador apostou no atleta mais centralizado, jogando como um “falso 9”. A velocidade do jogador seria um trunfo para o comandante, que preferiu deixar Fred como opção no banco de reservas.

Pedro Rocha
Pedro Rocha

Pedro Rocha jogou como “falso 9” com Rogério Ceni no Cruzeiro (Foto: Bruno Haddad / Cruzeiro)

Atualmente, o Flamengo conta com três centroavantes no elenco (Gabigol, Pedro e Lincoln) e imaginar que o camisa 32 atue mais centralizado, como ocorreu em 2019, é improvável. Entretanto, com jogadores que não conseguem se firmar nas extremidades do campo, como Vitinho e Michael, Pedro Rocha pode ganhar uma nova chance sob o comando de seu antigo treinador.

Desde que chegou ao clube da Gávea, o atleta fez apenas sete jogos, com um gol marcado, e sofre para se firmar no elenco, seja por lesões ou opção técnica. Sua última partida foi há mais de dois meses, no dia 5 de setembro, justamente contra o Fortaleza, àquela época comandado por Ceni.

Com uma grave lesão sofrida na coxa diante do Leão do Pici, o atleta ficou afastado dos gramados e, recuperado, não teve sequer um minuto com o catalão Domènec Torrent. A expectativa agora é que, com seu antigo treinador, Pedro Rocha possa ganhar mais minutos em seus últimos meses de contrato com o Rubro-Negro.

Pedro Rocha
Pedro Rocha

Pedro Rocha sofreu lesão em setembro, contra o Fortaleza (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)

* Estagiário, sob supervisão de Cayo Pereira.