Vettel faz o melhor tempo e encerra jejum da Ferrari; Massa é sexto

Na manhã deste sábado aconteceu o treino classificatório para o Grande Prêmio da Rússia. A Ferrari confirmou o domínio em Sochi e fez a pole position com Sebastian Vettel, com o tempo de 1min33s194, e quebrou um jejum da escuderia italiana, que não via um piloto largar na primeira colocação desde setembro de 2015.

Para fechar o ótimo fim de semana de treinos da Ferrari, Kimi Raikkonen fez o segundo melhor tempo, e garantiu a dobradinha da equipe de Maranello. O finlandês vinha em boa volta rápida e dava sinais de que marcaria o melhor tempo, mas acabou errando no último trecho da pista e ficou atrás do companheiro.

A Mercedes ficou na segunda fila, com Valtteri Bottas em terceiro e Lewis Hamilton em quarto. O tricampeão não teve um bom fim de semana, cometendo muitos erros. Já o brasileiro Felipe Massa, da Williams, sairá na sexta colocação, entre as duas Red Bulls, já que Daniel Ricciardo foi o quinto e Max Verstappen o sétimo.

Q1

As principais equipes não tiveram maiores dificuldades para se garantirem na fase seguinte do treino classificatório. Quem fez o melhor tempo foi Valtteri Bottas, que conseguiu superar Lewis Hamilton mesmo saindo da pista em sua volta rápida.

Porém, o destaque ficou por conta da Ferrari. Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen avançaram ao Q2 na terceira e quarta colocações, respectivamente, mas ambos pilotos utilizaram pneus supermacios, enquanto os outros 18 do grid utilizaram ultramacios, demonstrando que a escuderia italiana estava sobrando em termos de performance em Sochi.

Cinco pilotos, por sua vez, não conseguiram avançar, e caíram na fase inicial do teino. São eles: Jolyon Palmer, da Renault, que acabou batendo nos segundos finais da prática. Quem também escapou da pista e ficou fora do Q2 foi Pascal Wehrlein, da Sauber, assim como seu companheiro, Marcus Ericsson. Além deles, Stoffel Vandoorne, da McLaren, e Romain Grosjean, da Haas, também ficaram fora.

Q2

No Q2, Bottas voltou a ser o mais rápido, anotando o melhor tempo do fim de semana. Agora com pneus ultramacios, a Ferrari viu Raikkonen desbancar Hamilton e ficar com a segunda colocação, enquanto Vettel foi o quarto. Porém, todos avançaram ser maiores problemas, assim como Felipe Massa, que fez o quinto melhor tempo.

Já os dois pilotos da Toro Rosso, Carlos Sainz e Daniil Kvyat, que corre em casa, não avançaram, assim como Lance Stroll, da Williams, Kevin Magnussen, da Haas, e o bicampeão Fernando Alonso, da McLaren.

O Grande Prêmio da Rússia, quarta etapa do Mundial de 2017 da Fórmula 1, acontece neste domingo, às 9 horas (de Brasília). Em 2016, o vencedor da prova foi o agora aposentado Nico Rosberg, que defendia a Mercedes e é o atual detentor do título.