Vettel crê que Mercedes ainda não “mostrou tudo que tem” na Rússia

O alemão Sebastian Vettel foi o mais rápido na segunda bateria de treinos livres do Grande Prêmio da Rússia, em Sochi. Ainda assim, o tetracampeão mundial não crê que isto indique uma vantagem da Ferrari sobre a Mercedes, principal rival neste início de temporada.

“Nós sempre vamos lutar pela primeira posição, mas esta é uma pista que tem a cara da Mercedes. Eles, com certeza, não mostraram tudo que têm hoje”, analisou Vettel, que venceu duas das três provas realizadas até o momento em 2017.

Mesmo acreditando em uma evolução da Mercedes, o alemão elogiou o carro da Ferrari, apesar de fazer ressalvas. “Nós melhoramos, e isso me deixa feliz. Porém, começamos lentos e demoramos um pouco para evoluir nisto”, descreveu.

Na segunda sessão desta sexta, Sebastian marcou 1min34s120, superando seu companheiro de equipe, Kimi Raikkonen, que fez 1min34s383. O finlandês havia liderado o primeiro treino do dia. As Mercedes de Lewis Hamilton e Valtteri Bottas ficaram em quarto e terceiro, respectivamente.

O treino que definirá o grid de largada acontece às 9 horas (de Brasília), neste sábado. Até o momento, em três etapas, apenas a Mercedes fez a pole position, duas vezes com Hamilton e uma com Bottas.