Veterano, Daniel Alves sente frio na barriga antes de estreia na Olimpíada contra Alemanha

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Daniel Alves treina com a seleção brasileira durante a Copa América de 2019
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Por Simon Evans

TÓQUIO (Reuters) - O capitão da seleção olímpica masculina de futebol, Daniel Alves, jogou nos principais palcos do esporte, mas, ainda assim, diz que está sentindo "frio na barriga" antes da estreia nos Jogos de Tóquio contra a Alemanha na quinta-feira.

O jogador de 38 anos fez 118 jogos pelo time principal do Brasil, disputou duas Copas do Mundo e, pelos clubes em que atuou, venceu três Ligas dos Campeões com o Barcelona, mas estreará nos Jogos Olímpicos como um dos veteranos do atual campeão do torneio masculino da modalidade.

O lateral mostrou que está com o espírito certo para aproveitar o evento quando assumiu o intercomunicador durante o voo da delegação ao Japão para ler as instruções de segurança, usando um lenço de comissário de bordo no pescoço.

"Aqueles que me conhecem sabem que tenho um espírito jovem e, como esta será a minha primeira vez, eu terei a mesma experiência que os garotos. Apesar de eu ter tido grandes momentos na minha carreira, como é a minha primeira vez na Olimpíada, eu sinto um frio na barriga", disse, em entrevista coletiva.

"É um sentimento muito especial estar aqui. Agradeço a oportunidade. Espero que possa contribuir às expectativas da competição e também da nossa seleção", acrescentou.

O Brasil venceu o torneio em casa em 2016 ao derrotar a Alemanha na final. Os dois países estão no Grupo D, ao lado de Costa do Marfim e Arábia Saudita.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos