Vestiário do Red Bull Bragantino se divide após chegada de reforços

Yahoo Esportes
Artur foi o reforço mais caro do Red Bull Bragantino para 2020 (Ari Ferreira/Bragantino)
Artur foi o reforço mais caro do Red Bull Bragantino para 2020 (Ari Ferreira/Bragantino)

A mudança do treinador às vésperas do Paulistão não foi o único problema enfrentado pelo Red Bull Bragantino no Campeonato Paulista. O time, dono do maior investimento no estado para a temporada, também sofre com alguns problemas de vestiário, que ajudam a explicar a terceira colocação no grupo, com oito pontos em sete rodadas.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Siga o Yahoo Esportes no Google News

O Blog apurou que alguns dos líderes do Red Bull na temporada passada se incomodaram com a chegada de jogadores com salários bem mais altos.

O atacante Artur e o meia Thonny Anderson, por exemplo, trocaram Palmeiras e Grêmio, respectivamente, pelo projeto em Bragança Paulista e por isso chegaram com vencimentos maiores na comparação com aqueles que já estavam.

O novo técnico do Red Bull, Felipe Conceição, e a diretoria já perceberam alguns conflitos internos e têm tentado na medida do possível contorná-los, a fim de criar um ambiente que permita ao time chegar às quartas de final do Paulistão. Restam ainda cinco rodadas e o Red Bull precisa ultrapassar Guarani ou Corinthians na classificação para chegar ao mata-mata.

Não está descartada a possibilidade de mudanças mais radicais para o grupo que ficará para o Campeonato Brasileiro, que marca o retorno do Bragantino à elite nacional depois de 22 anos.

A saída de Antônio Carlos pouco antes de o estadual começar também atrapalhou bastante o planejamento. A forma de jogar tem sido adaptada à filosofia de Felipe Conceição, contratado depois de bom trabalho à frente do América-MG.

Desde a estreia no Paulistão, o Flamengo perdeu de Inter de Limeira, Mirassol e Santo André, empatou com Santos e Novorizontino, e venceu Palmeiras e Oeste.

Os reforços do Red Bull Bragantino:

- Artur: R$ 27,8 milhões
- Cleiton: R$ 23,2 milhões
- Thonny Anderson: R$ 16,3 milhões
- Alerrandro: R$ 10,7 milhões
- Weverton: R$ 4,6 milhões
- Realpe: R$ 4,2 milhões
- Fabrício Bruno: livre

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Leia também