Vestiário e salários em dia são trunfos da Ponte Preta para a decisão

A principal dúvida que paira no ar em relação a Ponte Preta é se o time campineiro, enfim, conseguirá se livrar da fama de nunca ter sido campeão em sua história. Se depender das qualidades do elenco citadas por Elton, dessa vez ninguém tira o troféu da Macaca. O volante exaltou seus companheiros e também enalteceu a administração do clube para explicar os motivos que levaram os comandados do técnico Gilson Kleina até a final do Paulistão.

“O que falta para a Ponte é esse título, e no meu modo de ver não vai passar de 2017, porque nosso elenco merece, só tem menino bom, jogadores do bem, no vestiário não tem briga. A Ponte merece por tudo o que tem feito, mantém os salários em dia, mantém tudo em dia. Então falta esse título, e espero que seja esse ano”, disse Elton.

Apesar de ser considerada por muitos como uma surpresa na final do Paulistão, a Ponte Preta foi tratada como favorita ainda no ano passado, durante o sorteio do Estadual, na Federação Paulista de Futebol. Presidente do Audax, o ex-jogador Vampeta alertou sobre a chance da Macaca erguer o troféu pelo fato de ser um dos representantes paulistas na elite do futebol nacional.

“Quando a gente se apresenta, a gente vê a qualidade do elenco e acredita que vamos chegar na final. Só que acreditar não basta, tem que ralar lá no campo para fazer as coisas acontecerem. Nossa equipe foi crescendo aos poucos. Chegamos na final não foi à toa, o Vampeta estava certo, conseguiu ver algo que os torcedores e os críticos não viram”, afirmou o volante.

Um dos fatores que podem pesar para que a Ponte Preta desta vez não frustre seus torcedores em mais uma final é a presença de jogadores campeões no elenco. Entre os atletas da Macaca há 12 jogadores que já ergueram troféus na carreira, e a mentalidade campeã da equipe fará diferença na hora de encarar o Corinthians, dono de 27 títulos do Paulistão.

“Isso pesa no vestiário, os mais experientes sempre passam palavras positivas. Tem jogador que foi campeão, que jogou na Europa, e isso tudo pesa. Nosso time está preparado para fazer história na Ponte Preta”, concluiu Elton.

*Especial para a Gazeta Esportiva