Vertonghen sobre racismo: ‘Eu não sei como consertar estes idiotas’

Zagueiro belga fez duras críticas contra o racismo ocorrido no último clássico contra o Chelsea (Foto: GABRIEL BOUYS / AFP)
Zagueiro belga fez duras críticas contra o racismo ocorrido no último clássico contra o Chelsea (Foto: GABRIEL BOUYS / AFP)


O caso de racismo sofrido pelo zagueiro alemão do Chelsea, Rudiger, no clássico londrino contra o Tottenham, repercutiu entre os jogadores de ambos os clubes. Um dos mais contundentes ao falar sobre o que ocorreu no jogo foi o zagueiro Jan Vertonghen, dos Spurs, que clamou por mudanças e reprimiu o comportamento comportamento de quem chamou de ‘idiota’.

- Eu não sei como consertar estes idiotas, mas essa é uma oportunidade das pessoas boas agirem de forma forte contra eles.

Episódios de injúria racial está cada vez mais frequente nos estádios mundo afora. Neste ano foram vistos diversos casos na Itália, Ucrânia, Brasil e para o jogador belga, as punições precisam ser mais fortes.

- Não é algo só daqui. Na Bélgica, na Holanda, em países em que eu assisto futebol é problema em todo lugar. Eu sinto que na Inglaterra eles agem de forma veemente. Talvez eles precisem agir ainda com mais força.

O brasileiro Willian também saiu em defesa de seus companheiro de equipe, lamentou e criticou quem fez sons de macaco para o zagueiro alemão.

- Isso é uma vergonha. Nós temos que achar uma solução para acabar com esse tipo de acontecimento. Eu acredito que as pessoas que fizeram isso não devem estar em nenhum estádio. Eles tem que achar uma solução para acabar com o racismo.

Durante a partida entre Tottenham e Chelsea, vencida pelos visitantes por 2 a 0 com dois gols de Willian, torcedores dos Spurs começaram a fazer sons de macaco após Rudiger se envolver no episódio que acabou na expulsão do coreano Son. Os fãs também arremessaram um copo de água em direção ao goleiro Kepa.













Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também