Verstappen supera problemas, vence GP da Espanha e assume liderança geral na F1

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
***ARQUIVO***Sao Paulo, SP, BRASIL, 17-11-2019:  Piloto Max Verstappen da Red Bull. (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)
***ARQUIVO***Sao Paulo, SP, BRASIL, 17-11-2019: Piloto Max Verstappen da Red Bull. (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Em corrida emocionante e com muitas trocas de posições, Max Verstappen, da Red Bull, superou problemas com seu carro e venceu o GP da Espanha, neste domingo (22), na sexta etapa da temporada da F1. O resultado coloca o holandês na liderança do campeonato de pilotos —ele ultrapassou o monegasco Charles Leclerc, da Ferrari, que não completou a prova.

Leclerc liderava a corrida com tranquilidade, mas teve de abandoná-la na 28ª volta por causa de problemas no motor. "Eu perdi potência [do motor]. É uma pena, mas é a vida. Vamos entender o que aconteceu e arrumar para a próxima corrida", disse o piloto já nos boxes.

Na classificação geral, Leclerc permanece com 104 pontos, agora na segunda posição, e vê Verstappen, na liderança, seis prontos à sua frente. O holandês defende título da F1 conquistado no ano passado.

Neste domingo, a vitória de Verstappen não foi tranquila. Ele teve problemas com a abertura da asa traseira e chegou a esbravejar com a equipe pelo rádio. Ainda no início, o holandês foi parar na brita e perdeu posições após erro em uma das curvas.

Mas o Verstappen mais uma vez mostrou competência e poder de recuperação para terminar a corrida com boa vantagem sobre o segundo colocado, o mexicano Sergio Pérez, que garantiu a dobradinha da Red Bull na Espanha. O britânico George Russell, da Mercedes, completou o pódio.

Foi a 24ª vitória da carreira de Verstappen na F1. Ele venceu pela quarta vez em seis corridas realizadas nesta temporada. A dobradinha ainda deixa a Red Bull com boa vantagem na classificação dos construtores —a equipe tem 195 pontos até aqui, 26 a mais que a Ferrari, em segundo.

Lewis Hamilton, da Mercedes, fez prova de recuperação. Ainda na largada ele foi tocado pelo dinamarquês Kevin Magnussen (Haas) e despencou do sexto para o 19º lugar. No fim, o britânico ficou com o quinto lugar.

Durante a temporada, Hamilton e Russell têm sofrido com problemas nos carros da Mercedes, que ainda tenta se adaptar a uma nova regulamentação da F1.

A próxima prova será no domingo (29), no GP de Mônaco.

RESULTADO DO GP

1. M. Verstappen (Red Bull) 66 voltas

2. S. Perez (Red Bull) +13.072

3. G. Russell (Mercedes) +32.927

4. C. Sainz (Ferrari) +45.208

5. L. Hamilton (Mercedes) +54.534

6. V. Bottas (Alfa Romeo Ferrari) +59.976

7. E. Ocon (Alpine) +74.397

8. L. Norris (McLaren Mercedes) +83.235

9. F. Alonso (Alpine) +1 volta

10. Y. Tsunoda (AlphaTauri Honda) +1 volta

11. S. Vettel (Aston Martin Mercedes) +1 volta

12. D. Ricciardo (McLaren Mercedes) +1 volta

13. P. Gasly (AlphaTauri Honda) +1 volta

14. M. Schumacher (Haas Ferrari) +1 volta

15. L. Stroll (Aston Martin Mercedes) +1 volta

16. N. Latifi (Williams Mercedes) +2 voltas

17. K. Magnussen (Haas Ferrari) +2 voltas

18. A. Albon (Williams Mercedes) +2 voltas

19. G. Zhou (Alfa Romeo Ferrari) não completou

20. C. Leclerc (Ferrari) não completou

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos