Verstappen e Ricciardo esperam melhora no rendimento da Red Bull

Após o primeiro dia de treinos livres para o GP da Austrália, na madrugada desta sexta-feira, Max Verstappen não se mostrou nada satisfeito com seu carro. O piloto da Red Bull declarou que tanto a Mercedes quanto a Ferrari estão muito mais velozes que sua equipe e disse querer mais rendimento.

O holandês de 19 anos terminou na modesta sexta colocação do dia, ficando atrás, inclusive de seu companheiro da RBR, Daniel Ricciardo, que terminou no quinto lugar. Lewis Hamilton, da Mercedes, controlou as ações e ficou com o melhor tempo, à frente do vice-líder Sebastian Vettel, principal piloto da Ferrari.

Leia mais: Lauda diz que Force India “poderia ser safety car da Parada Gay”

“No momento, acho que estamos lentos demais, então tentaremos melhorar. Acho que a Mercedes está novamente muito rápida, então será bem difícil vencê-los”, avaliou Verstappen.

Sensação da temporada 2016, na qual terminou na terceira colocação da tabela geral de corredores, o piloto da RBR, apesar de saber que está atrás das Mercedes e das Ferraris, se mostrou otimista. Ele disse que ainda tem bastante tempo para que o carro seja mais bem trabalhado e para que ele possa se adaptar melhor.

“Claramente, você pode ver que a Mercedes está muito rápida e que a Ferrari deve ser a segunda colocada no momento. Acho que ainda temos que fazer muito trabalho para vencê-los. Acho que estamos onde eu esperava que estivéssemos, então tentaremos extrair o melhor disso”, finalizou.

Seguindo na mesma linha do companheiro de equipe, Ricciardo foi realista, mas também esboçou confiança. Apesar de apontar que o resultado do primeiro dia não foi o esperado e que uma pole no primeiro GP do ano seria algo distante, o australiano de 27 anos disse que a Red Bull tem chances de brigar por uma segunda colocação no grid de largada para a corrida de domingo.

“Sim, acho que a Mercedes com certeza está rápida, mas é mais Lewis do que Valtteri [Bottas], então… Valtteri no momento parece que ainda está em um grupo separado, junto da Ferrari. Mas acho que podemos chegar lá também. A pole seria distante demais, mas acho que conseguimos chegar a esse outro grupo”, declarou Ricciardo.