Verstappen baixa tom ao cumprir na FE serviço comunitário por empurrão em Ocon: "Foi construtivo"

Redação GP
Grande Prêmio

Se após agredir Esteban Ocon no GP do Brasil de 2018 não poupou palavras para criticar o adversário, Max Verstappen baixou o tom neste sábado (12), quando cumpriu a punição ordenada pela FIA durante o eP de Marrakech, segunda etapa da atual temporada da Fórmula E.

Ele foi obrigado a cumprir a pena de serviço comunitário ficando, durante a corrida, na sala dos comissários responsáveis pelo eP no Marrocos. E, após a corrida, comentou de forma tranquila o que observou.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

"Foi interessante ver o trabalho do outro lado, normalmente você não passa um dia inteiro com os comissários. Todo fazem seu trabalho durante um final de semana de corrida, então foi bom ver o que faz com quem tomem importantes decisões. Às vezes a decisão pode não ser boa para certo piloto, mas tem que ser tomada e você segue as regras", disse o holandês.

Max Verstappen em Abu Dhabi 2018 (Foto: Red Bull Content Pool)

"Eu acho que foi uma boa experiência, experimentar outras coisas no automobilismo além de apenas sentar em um carro. Estar aqui e fazer esse tipo de trabalho foi construtivo para mim", completou.

Verstappen ainda comentou sobre como foi assistir de perto, pela primeira vez, uma corrida da FE: "Claro que já tinha assistido pela TV, mas nunca havia estado no paddock e aproveitei o dia."

"Primeiramente, é uma corrida animada. O campeonato está crescendo e há muitas fábricas aqui, então acredito que seja uma série bacana", finalizou.

Leia também