Verón está suspenso para o jogo contra o Botafogo. Estudiantes rebate informação

A Conmebol informou que a Brujita terá que cumprir sanção de três partidas por conta de expulsão em 2011 e que não poderá enfrentar o Alvinegro Carioca no Engenhão

Ocorreu em 2011, pela Copa Sul-Americana. O Estudiantes vencia o Arsenal por 1 a 0 e precisava de um gol para forçar a decisão por pênaltis. Todo o time do queixou-se da não marcação de uma penalidade a cinco minutos do final, mas o árbitro Pablo Lunati não aceitou e informou, ao fim do jogo, que Juan Sebastián Verón o disse "algo muito grave".

Por isso, a Conmebol suspendeu o atual presidente do Estudiantes por três rodadas. O time não voltou a jogar copas internacionais e sanção não foi cumprida. Mario Zalava, da Comissão Disciplinária da Conmebol, avisou que a Brujita não poderá enfrentar o Botafogo, nesta terça-feira (14), pela Copa Libertadores, no Engenhão.

No entanto, o meio-campista apelou da decisão tomada pela Conmebol e alegou que, após seis anos, as suspensões prescrevem e que, em 2016, houve uma anistia. Conclusão? A horas da partida, não se saberá se o presidente do clube poderá jogar diante do Botafogo, o que seria seu retorno ao futebol depois da aposentadoria em 2014.