Venda de Veríssimo é a sétima maior da história do Santos. Veja lista!

LANCE/DIÁRIO DO PEIXE
·2 minuto de leitura


O Santos acertou nesta segunda-feira a venda do zagueiro Lucas Veríssimo para o Benfica, de Portugal, por 6,5 milhões de euros (cerca de R$ 41 mi). A quantia faz com que o defensor seja a sétima maior venda da história do clube, sendo o zagueiro mais caro.

A maior venda da história do Peixe é o negócio que levou Rodrygo para o Real Madrid (Espanha). O atacante foi negociado com os espanhóis em junho de 2018 por 45 milhões de euros (R$ 193 milhões, na cotação da época), mas defendeu o Santos até meio de 2019. Na sequência está o negócio que fez Gabriel Barbosa deixar o Santos para jogar na Internazionale (Itália), por R$ 100 milhões.

Quem completa o pódio é Neymar com uma transferência muito polêmica. O craque deixou o clube em 2013, por R$ 72 milhões, mas Santos e Barcelona (Espanha) travaram uma grande batalha na justiça depois disso. Em julho de 2020, o Peixe perdeu uma ação que movia no TAS (Tribunal Arbitral do Esporte) contra o espanhóis.

O Santos pedia 61 milhões de Euros (cerca de R$ 368 milhões) de indenização pela transferência sob a alegação de que os pagamentos ao pai do jogador deveriam ser repassados ao clube.

Na sequência vem Robinho (Real Madrid), Thiago Maia (Lille), Geuvânio (Tianjin Quanjian), Veríssimo (Benfica), Diego (Porto), Danilo (Porto) e Alex (Chelsea). Outros negócio significativos na história do clube envolvem Paulo Henrique Ganso, Felipe Anderson e Bruno Henrique, todos na faixa dos R$ 23 milhões.

Confira as maiores vendas da história do Santos (em reais):

Rodrygo (Real Madrid) - R$ 193 milhões
Gabriel Barbosa (Internazionale) - R$ 100 milhões
Neymar (Barcelona) - R$ 72 milhões
Robinho (Real Madrid) - R$ 71 milhões
Thiago Maia (Lille) - R$ 51 milhões
Geuvânio (Tianjin Quanjian) - R$ 48 milhões
Lucas Veríssimo (Benfica) - R$ 41 milhões
Diego (Porto) - R$ 29 milhões
Danilo (Porto) - R$ 28,7 milhões
Alex (Chelsea) - R$ 25 milhões