Vela: Fernanda Oliveira e Ana Barbachan avançam para a regata da medalha da classe 470 em Tóquio

·2 minuto de leitura


A primeira medalhista olímpica da vela, Fernanda Oliveira também pretende subir no pódio em Tóquio, agora ao lado de Ana Barbachan. Elas venceram a 10ª regata e ficaram em quinto lugar na classificação geral na madrugada desta terça-feira, faltando apenas a medal race, que acontece na quarta.

+ Com ouro de Martine, família Grael conquista sua nona medalha em Jogos Olímpicos

A iatista Fernanda já conquistou um bronze em Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008, na classe 470 com Isabel Swan. Apesar de ter feito história para modalidade, os ventos não estão favoráveis para sua dupla. Existe uma pequena chance matemática das brasileiras conseguirem uma prata. É muito difícil, já que para isso a dupla da Polônia teria que ficar em novo e a da Eslovênia em quinto lugar.

+ Histórico! Martine e Kahena levam o bicampeonato olímpico

Já a classe Nacra 17 brasileira não conseguiu o mesmo feito de Martine Grael e Kahena Kunze em Tóquio. A dupla Samuel Albrecht e Gabriela Nicolino também competiu na medal race na madrugada desta terça-feira, mas ficou em 10º e último lugar da prova.

Os brasileiros do 470 masculino se despediram dos Jogos Olímpicos de Tóquio quando ficaram com a 23ª colocação e em seguida terminaram última regata em 14º lugar, completando 16º lugar na classificação geral. Eles foram eliminados e não competem na medal race. Essa é a segunda vez que a dupla participa de uma Olimpíada e conseguiram ter, ao menos, um resultado melhor que no Rio, em 2016.

Veja abaixo o quadro de medalhas dos Jogos Olímpicos de Tóquio:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos