Velório de Pelé recebe mais de 230 mil torcedores na Vila Belmiro, estádio do Santos

Torcedor exibe camisa com número 10 e nome do Rei do Futebol (Fernando Roberto / LANCE!)


O velório do Rei Pelé levou cerca de 230 mil torcedores para a Vila Belmiro, estádio do Santos. A cerimônia trouxe ao local não só torcedores santistas, mas também admiradores do futebol do Rei e grandes personalidades, como o presidente Lula e os presidentes Ednaldo Rodrigues, Alejandro Dominguez e Gianni Infantino, respectivamente de CBF, Conmebol e Fifa. Agora, o corpo está sendo levado ao Memorial Necrópole Ecumênico, onde será enterrado.

Um funcionários do Santos revelou o número de pessoas em declaração à ESPN. Ele utilizou uma máquina para contar cada torcedor que entrou no estádio da Vila Belmiro.

+ Veja curiosidades da trajetória de Pelé, o maior jogador da história

O número de torcedores presentes lota cerca de três Novos Maracanãs - em torno de 75 mil de capacidade. Além disso, passa do maior público da história do futebol, no antigo Estádio Jornalista Mário Filho, entre Brasil e Uruguai, na final da Copa do Mundo de 1950. Na fatídica derrota da Seleção, cerca de 200 mil pessoas foram ao estádio para torcer pelo então inédito título mundial, que Pelé ajudou a trazer oito anos depois.

A ida do caixão de Pelé da Vila Belmiro ao cemitério é cortejada pelos torcedores nas ruas da cidade de Santos. Sob a proteção de carros de polícia, o corpo está em cima de um carro de bombeiros, com as bandeiras do Brasil e do Santos.

Aos 82 anos, Pelé morreu vítima de complicações causadas por um câncer no cólon. O Rei ficou internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, por um mês, mas não resistiu.