Veja quem surpreendeu e quem decepcionou na fase de grupos da Champions League

Veja quem foram as surpresas e decepções da Champions (Foto: Divulgação/AFP)


A fase de grupos da Champions League terminou nesta semana. Já conhecemos os classificados para o mata-mata e alguns dos que vão ficar fora. Por isso, o LANCE! faz uma retrospectiva com os melhores e os piores desta fase de grupos.


SURPRESAS

Napoli

Em um grupo com Liverpool e Ajax, os napolitanos fizeram a campanha mais surpreendente, ficando em 1° lugar, superando qualquer expectativa. O clube do Sul da Itália perdeu muitas de suas referências ao fim da última temporada, como seu maior artilheiro Mertens, o capitão Insigne e Koulibaly, que era um dos principais defensores no futebol europeu. No último verão europeu, o clube investiu com inteligência, contratando nomes de pouco peso como Khvicha Kvaratskhelia, Kim Min Jae, além de bons atletas dentro do futebol italiano como Simeone e Raspadori. O time venceu cinco de seis jogos - incluindo uma goleada sobre o Liverpool - e, sobretudo, jogou um futebol arrojado e ofensivo.

Brugge
Os belgas acabaram fechando a fase de grupos da Champions League em segundo lugar. Em um grupo com o Atlético de Madrid, Leverkusen e Porto, o Brugge era tido como candidato a lanterninha do grupo, mas acabou passando em segundo e conseguindo incríveis resultados como uma vitória sobre os colchoneros e uma goleada de 4 a 0 em Portugal. Vale lembrar que a equipe de Bruges perdeu Charles De Ketelaere no início da temporada, mas contou com bons nomes como o veterano e ex-Liverpool Simon Mignolet no gol e o atacante Vanaken, junto com Jutgla, Mechele e Sowah.

Benfica
O Benfica conseguiu passar em primeiro em um dos grupos mais difíceis da competição, tendo empatado os dois jogos com o favorito à ponta, que foi o PSG. O time comandado por Roiger Schmidt é um dos times que ainda seguem invictos na Europa. Com um futebol arrojado e competitivo diante dos grandes, os encarnados contaram com os gols de Gonçalo Ramos, o protagonismo de João Mário, além de atuações muito boas do brasileiro David Neres e Rafa Silva. A contundência e imposição dos lisboetas surpreende positivamente após uma temporada bastante irregular, que foi a passada que foi repleta de irregularidades, altos e baixos. Em anos, talvez esta possa ser uma das equipes mais competitivas que os Águias tiveram dentro do cenário europeu.

+ Werner também está fora: 30 jogadores que preocupam para a Copa ou vão perder a competição

DECEPÇÕES

Juventus

A temporada da Juventus em si não é nada boa para o que se esperava da equipe Bianconera. Em um início de meio de tabela no Campeonato Italiano, a Juve também teve uma situação complicadíssima na Champions League. Tudo bem que Pogba, uma das principais contratações, acabou se machucando e ficando fora por muito tempo, mas tendo Vlahovic, Di Maria e Paredes, além do zagueiro brasileiro Bremer, a expectativa alta não chegou nem perto de ser respondida. E isso se refletiu nas atuações e resultados que obteve, perdendo os dois jogos para o PSG e Benfica e um outro para o Maccabi Haifa.


Barcelona

Pelo menos, no cenário europeu, as vacas magras do Barça parecem não ter acabado e pela segunda vez seguida, os Blaugranas foram eliminados na fase de grupos da competição. Só que nesta temporada, após o crescimento que teve na passada sob o comando de Xavi e com os reforços que o clube teve, como Lewandowski e Raphinha, a tendência era de que os culés se apresentassem no cenário europeu de maneira mais competitiva a ponto de chegar mais longe, sem necessariamente saírem campeões. No grupo da morte, os catalães acabaram por perder os dois jogos contra o Bayern e não venceram a Inter.

Atlético de Madrid

O time de Simeone encara sua segunda eliminação em fase de grupos da Champions em mais de 10 anos. O time colchonero somou resultados ruins, não conseguindo vencer o Brugge e o Leverkusen. A desclassificação dos madrilenhos foi dramática, com um pênalti perdido por Yannick Carrasco no último minuto da partida contra os alemães na quinta rodada. Em seis jogos na fase de grupos, o Atleti só conseguiu vencer um jogo e se despediu da competição de uma maneira bastante melancólica. O início de temporada em La Liga regular, mas a eliminação é uma grande baixa para esta primeira metade da temporada

+ Veja os classificados às oitavas de final e onde assistir ao sorteio

Agora, as atenções se voltam cada vez mais para a Copa do Mundo e espera-se o sorteio das oitavas de final da Champions, onde serão conhecidos os desafios para quem surpreendeu e para quem se saiu como esperado. Após o Mundial, a temporada ganhará uma outra cara e o grande desafio para aqueles que passaram, de maneira inesperada, é a manutenção da regularidade em sua competitividade.

*Estagiário sob supervisão de Paulo Victor Reis