Veja os números de Carlos Sánchez em sua volta aos campos no Santos

·1 minuto de leitura


Fora por quase nove meses do time do Santos, o meia Carlos Sánchez voltou aos campos e fez sua estreia na temporada entrando aos 13 minutos do segundo tempo no empate em 2 a 2 contra o Grêmio, nesta quinta-feira, em Porto Alegre.

Com 36 anos e vindo de uma grave lesão, seria normal uma partida "apagada" do meia. Mas não foi o caso. O uruguaio entrou bem na partida e ditou o ritmo do meio-campo santista.

Durante o tempo em campo, Pato, como é conhecido, venceu 100% dos duelos por baixo (divididas), acertou os dois dribles que tentou e 81% de aproveitamento nos passes. O atleta sofreu 3 faltas e não cometeu nenhuma, segundo dados do SofaScore.

- Uma felicidade muito grande voltar, por todo o esforço que fizemos. Só tenho a agradecer todo o departamento médico do clube, minha família, amigos e torcida por tudo que fizeram por mim. Não achei que iria jogar muito tempo ontem. Conversando com o Diniz nas últimas semanas, achei que iria atuar por 5 ou 10 minutos. Me surpreendeu quando ele me chamou, pois ainda era 14 minutos, mas ele me passou muita confiança e me deu segurança antes de entrar em campo. E claro que eu só queria jogar, podia ser em qualquer momento. Quando ele me chamou senti uma emoção e felicidade muito grandes, e também foi importante pois ainda consegui ajudar o time - afirmou o uruguaio.

Pato Sánchez é o segundo maior artilheiro estrangeiro da história do Peixe com 25 gols marcados e pode se tornar o maior se chegar a 27 gols, ultrapassando o Copete. O novo vínculo do uruguao com o clube vai até 22 de julho de 2023.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos