Veja o balanço do Vasco este ano e o que precisa evoluir para o Brasileirão

O balanço deste início de temporada do Vasco não é positivo. Nos primeiros quatro meses do ano, o time acumulou eliminações, fez apresentações que deixaram a desejar e já trocou de técnico. A chegada de Milton Mendes dá esperança, já que a equipe conseguiu evoluir e ficou com o título da Taça Rio. No entanto, é preciso crescer e elevar o nível das atuações para o Cruz-Maltino não passar aperto na elite do futebol brasileiro.

Um grande problema do time ficou evidente logo nas primeiras partidas: o sistema defensivo. Com pouca pegada na marcação no meio-campo, já que o elenco não tinha à disposição um primeiro volante, a zaga ficava exposta. Com isso, o Vasco foi goleado por 4 a 1 pelo Corinthians, na Florida Cup, e pelo Fluminense por 3 a 0, na estreia do Carioca. O setor melhorou com Milton Mendes. Até o momento, o Cruz-Maltino levou 22 gols em 22 jogos.

Outra deficiência está na frente, já que o time pouco balança as redes, apenas 25 gols marcados. É o pior ataque entre as equipes da Séria A do Brasileirão. Muito por conta da faltaria de pontaria dos homens na frente e também da dificuldade na criação das jogadas. O meia Nenê segue sobrecarregado nessa função. Com essa dependência, quando o camisa 10 está bem marcado, o Vasco não consegue criar muito perigo aos adversários.

Eliminações

Sem grandes atuações e tropeçando, o Vasco chegou à semifinal da Taça Guanabara para enfrentar o Flamengo. Precisando vencer para avançar, o Cruz-Maltino pouco fez contra o rival e ainda acabou eliminando ao perder por 1 a 0, com gol de Diego em cobrança de pênalti.

O time teve o mesmo destino ainda na terceira fase da Copa do Brasil, quando teve o Vitória pela frente. Na partida de ida, mesmo atuando em São Januário e com um jogador a mais todo o segundo tempo, o Vasco só conseguiu arrancar um empate em 1 a 1 nos acréscimos com gol de pênalti de Nenê. Na volta, a equipe voltou a jogar mal e foi derrotada por 1 a 0.

A terceira eliminação aconteceu contra o Fluminense, pela semifinal do Carioca. Assim como aconteceu na estreia da competição, o Vasco foi dominado pelo Tricolor e foi goleado por 3 a 0. Assim, deu adeus a chance de buscar o tricampeonato estadual e entrou em um período de três semanas sem jogos oficiais, já que agora só tem o Brasileirão para disputar.

Destaques positivos

O principal ponto positivo neste início de ano foi a contratação de Milton Mendes. Estudioso de questões táticas e disciplinador, o técnico em pouco tempo deu outra cara ao time. Organizou a equipe e consertou o sistema defensivo, que passou a levar menos gols e dar tantos sustos.

Quem mais jogou da equipe neste período foi o volante Douglas. O jovem, de apenas 18 anos, vem crescendo nesta temporada e se consolidou como um dos destaques com grandes atuações. Além de fazer seu papel na marcação, o meio-campista procura sempre sair jogando, aparece em todos os lados do campo e ainda chega como elemento surpresa na frente. Assim, ele já anotou dois gols.

Outro jovem que vem jogando bem é Guilherme Costa. Depois de alguns empréstimos, o meia passou a ter oportunidades no time nesta temporada e aproveitou muito bem. Foi titular em alguns jogos com Cristovão Borges, voltou para o banco, depois se machucou, mas já ganhou nova oportunidade com Milton, que vem elogiando o garoto.

Dos reforços, o que melhor vem jogando é Jean. O primeiro volante supriu uma carência no elenco, entrou na equipe titular e não saiu mais. Com muita raça e entrega dentro de campo, rapidamente caiu nas graças da torcida. Ele foi peça importante para melhorar o sistema defensivo, já que deu uma proteção maior para a zaga. O meio-campista é o maior ladrão de bolas do Carioca até o momento.

Outro ponto positivo está no gol. Unanimidade em São Januário, Martin Silva segue em ótima fase e salvou muito o Vasco neste início de ano com grandes defesas, como na semifinal e final da Taça Rio contra Flamengo e Botafogo.

Conquista da Taça Rio

O título da Taça Rio foi o fator mais positivo do Cruz-Maltino neste começo de ano. Ele coroou o crescimento do time com Milton Mendes. O treinador assumiu o time na terceira rodada do segundo turno, com apenas dois pontos. Em pouco tempo conseguiu uma evolução grande e chegou a conquista sem perder, com quatro vitórias e dois empates. Neste período, a defesa levou apenas dois gols.

Em dívida

Contratado para ser o técnico do Vasco nesta temporada, Cristovão Borges não conseguiu fazer a equipe jogar em momento nenhum. Sem dar um padrão para o time, o treinador ainda inventou algumas coisas que não deram certo, como a improvisação de Evander como volante. Acabou demitido após eliminação para o Vitória.

O atacante Luis Fabiano chegou com status de maior reforço para o ano e com grande festa da torcida. Porém, ainda não correspondeu a expectativa neste início de sua passagem no Cruz-Maltino. Em oito jogos, o Fabuloso só fez um gol, que saiu no último minuto da final do segundo turno do Carioca contra o Botafogo.

Outros reforços que não renderam o esperado foram Wagner e Kelvin. O meio-campista chegou fora de forma, sem atuar há muito tempo e ainda conviveu com lesões que o atrapalharam a atingir o seu melhor nível. Já o atacante até animou no começo com dribles e o entrosamento com Gilberto, mas depois caiu de produção e se mostrou pouco efetivo na frente.

Mudanças para o Brasileirão

Levando em conta o futebol apresentado até agora, o Cruz-Maltino precisa melhorar o nível de atuações para o Campeonato Brasileiro. Milton Mendes já conseguiu dar um jeito na zaga e deixar a equipe mais organizada, o que já são avanços para um começo de trabalho.

Agora, o treinador tem a missão de ajustar o sistema de criação e o ataque. O time não pode ficar tão dependente de Nenê. O camisa 10 e os meias pelas pontas precisam se aproximar mais de Luis Fabiano, que às vezes fica muito isolado na frente. Além disso, os homens do ataque precisam calibrar mais a pontaria. Com mais tempo para treinar neste período sem jogos, a expectativa é que Milton consiga também fazer o time evoluir nesses quesitos.

O Vasco também precisa de reforços. O elenco conta apenas com três zagueiros: Rodrigo, Rafael Marques e Jomar. Porém, o ex-capitão pode deixar o clube nos próximos dias. Para o setor, o clube avançou nas negociações por Anderson Martins e deve promover o jovem Ricardo, de 19 anos.

Sem muitos recursos para contratar, a base pode render opções para Milton Mendes compor o grupo. O técnico vem acompanhando o sub-20 e elogiou o trabalho dos meninos.













































E MAIS: