Veja como votou cada deputado de SP sobre o aumento de salário de Tarcísio

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Deputados da Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo) aprovaram nesta terça-feira (29) aumento de 50% dos salários do governador eleito Tarcísio de Freitas (Republicanos), de seu vice Felício Ramuth (PSD) e do novo secretariado, com efeito cascata também para outros servidores.

Foram 63 votos de 93 deputados (o presidente não vota): 56 a favor e 6 contrários. Na oposição do projeto, estiveram Novo e PSOL.

A maioria dos partidos pediu obstrução para debater mais o projeto e adiar a votação, no entanto, a votação obteve o quórum necessário de 48 deputados.

O projeto segue agora para sanção do atual governador, Rodrigo Garcia (PSDB), que estimou um impacto anual de R$ 1,5 bilhão aos cofres públicos.

Quem votou a favor:

Dirceu Dalben (Cidadania)

Rafa Zimbaldi (Cidadania)

Jorge Caruso (MDB)

Léo Oliveira (MDB)

Leci Brandão (PCdoB)

Marcio Nakashima (PDT)

Danilo Balas (PL)

Alex de Madureira (PL)

André do Prado (PL)

Carlos Cezar (PL)

Castello Branco (PL)

Conte Lopes (PL)

Coronel Nishikawa (PL)

Delegada Graciela (PL)

Gil Diniz (PL)

Major Mecca (PL)

Marcos Damasio (PL)

Ricardo Madalena (PL)

Tenente Coimbra (PL)

Thiago Auricchio (PL)

Valéria Bolsonaro (PL)

Bruno Ganem (Podemos)

Rodrigo Gambale (Podemos)

Coronel Telhada (PP)

Delegado Olim (PP)

Letícia Aguiar (PP)

Caio França (PSB)

Marta Costa (PSD)

Paulo Correa Jr. (PSD)

Adalberto Freitas (PSDB)

Analice Fernandes (PSDB)

Barros Munhoz (PSDB)

Carla Morando (PSDB)

Dra. Damaris Moura (PSBD)

Marcos Zerbini (PSDB)

Maria Lúcia Amary (PSDB)

Vinícius Camarinha (PSDB)

Dr. Jorge do Carmo (PT)

Enio Lula Tatto (PT)

José Américo Lula (PT)

Márcia Lula Lia (PT)

Paulo Lula Fiorilo (PT)

Professora Bebel (PT)

Teonildo Barba Lula (PT)

Altair Gomes (Republicanos)

Douglas Garcia (Republicanos)

Edna Macedo (Republicanos)

Gilmaci Santos (Republicanos)

Jorge Wilson (Republicanos)

Sebastião Santos (Republicanos)

Tenente Nascimento (Republicanos)

Aldo Demarchi (União Brasil)

Daniel Soares (União Brasil)

Edson Giriboni (União Brasil)

Milton Leite Filho (União Brasil)

Reinaldo Alguz (União Brasil)

Quem votou contra:

Adriana Borgo (Agir)

Ricardo Mellão (Novo)

Janaína Paschoal (PRTB)

Patrícia Gama (PSBD)

Carlos Giannazi (PSOL)

Mônica Seixas (PSOL)

Quem não votou (com partidos em obstrução):

Roberto Morais (Cidadania)

Sergio Victor (Novo)

Isa Penna (PCdoB)

Cezar (PDT)

Rodrigo Moraes (PL)

Daniel José (Podemos)

Márcio da Farmácia (Podemos)

Murilo Félix (Podemos)

Delegado Bruno Lima (PP)

Professor Kenny (PP)

Rafael Silva (PSD)

Mauro Bragato (PSDB)

Rogério Nogueira (PSDB)

Erica Malunguinho (PSOL)

Emídio Lula de Souza (PT)

Luiz Fernando (PT)

Maurici (PT)

Wellington Moura (Republicanos)

Edmir Chedid (União Brasil)

Estevam Galvão (União Brasil)

Fernando Cury (União Brasil)

Quem não votou (e partidos não pediram obstrução):

Campos Machado (Avante)

Roque Barbiere (Avante)

Itamar Borges (MDB)

Sargento Neri (Patriota)

Mariana Helou (Rede)

Alexandre Pereira (Solidariedade)

Licenciados que não votaram:

Frederico D'Ávila (PL)

Ataide Terudel (Podemos)

Heni Ozi Cukier (Podemos)

Roberto Engler (PSBD)