Vasco x Barcelona-EQU: como vão funcionar os 'ingressos virtuais' para a reprise da Libertadores 1998

Goal.com

O Vasco da Gama inventou uma maneira, no mínimo, curiosa para ajudar a pagar os salários de quadro de funcionários do clube. O clube está vendendo um "ingresso virtual" para o jogo da final da Copa Libertadores da América, de 1998, quando o Cruz-Maltino venceu o Barcelona de Guayaquil por 2 a 1 e faturou o título da América. 

A partida terá transmissão da Rede Globo, nesse domingo (24), às 16h (de Brasília) e terá a narração de Luis Roberto. O jogo será passado na TV aberta e para ter acesso não é necessária a compra do ingresso disponibilizado pelo clube de São Januário.

A instituição carioca vem passando por dificuldades financeiras há alguns anos e o período de pausa nas atividades do futebol devido à pandemia do novo coronavírus deixaram a situação ainda mais delicada. Por isso, o clube lançou esse tíquete virtual  e a promessa é que 100% da renda obtida com a venda será revertida para o pagamento de salário dos funcionários do clube.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

O "ingresso" terá o custo de R$ 10. O torcedor pode comprar quantos ingressos quiser e conseguir. Ele receberá um tíquete virtual com a simulação do ingresso original de 1998.

A compra deve ser realizada no site Sócio Gigante e vai gerar pontos para o programa de sócio-torcedor, que é um dos mais populares do Brasil.

Esse é mais um exemplo de como os clubes tem procurado novas e diferentes alternativas para não falhar com os compromissos financeiros adotados com seus funcionários.

Leia também