Vasco não vê vantagem por semana livre

O Vasco está passando a semana se preparando para a final da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca, diante do Botafogo no próximo domingo, às 16h(de Brasília), no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ). Enquanto isso o Glorioso enfrenta uma verdadeira maratona, pois viajou nesta manhã de terça-feira para a Colômbia, onde na quinta-feira à noite tem duelo contra o Atlético Nacional pela Copa Libertadores. O retorno ao Brasil será na sexta-feira, sem que exista sequer tempo de preparação para o confronto contra o Cruz-Maltino. O fato poderia ser encarado por qualquer um como uma vantagem, mas esse não é o sentimento dos vascaínos.

“Acredito que a gente tenha condições de fazer um bom jogo e conquistar o título, porém, no meu entender não existe vantagem apenas porque não jogaremos no meio de semana. O Botafogo tem um elenco qualificado e vem mostrando isso ao longo da temporada, brigando em duas frentes. No meu entender vai ser uma final muito equilibrada e mais uma vez o campeão sendo conhecido nos detalhes”, disse o goleiro Martin Silva.

O lateral-direito Yago Pikachu, que vem jogando de maneira improvisada no meio, tem a mesma linha de pensamento.

“O Botafogo tem um time com bons jogadores, que joga junto há muito tempo e isso acaba nivelando as coisas. Portanto, acredito em uma partida muito equilibrada e disputada. Quando a bola começa a rolar os jogadores não pensam em desgaste, em sequência de jogos, se entregam em busca da vitória, ainda mais quando vale um título. No domingo não vai ser diferente com o time do Botafogo. Portanto, o Vasco não pode se iludir acreditando que vai enfrentar um adversário cansado ou sem disposição, pois não vai ser isso que vai acontecer. Vamos ter uma grande decisão”, analisou o jogador.

A definição do time do Vasco que vai a campo acontecerá nos últimos treinos da semana, mas o técnico Milton Mendes poderá contar com o atacante Luis Fabiano. O jogador teria que cumprir suspensão imposta pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ) por conta de sua expulsão no empate por 2 a 2 com o Flamengo. Porém, o departamento jurídico do Vasco conseguiu um efeito suspensivo para que o Fabuloso possa jogar até que o recurso impetrado pelo clube seja julgado, o que só deverá acontecer daqui a duas semanas por conta dos feriados no Brasil em abril.