Vasco terá desfalque importante e dois retornos contra o CSA, pela 32ª rodada da Série B do Brasileirão

·2 min de leitura


O Vasco novamente perdeu a chance de encostar no G4 e cedeu o empate ao Náutico, nos Aflitos. Diante disso, a equipe terá sete jogos para tentar garantir o acesso no fim da temporada. Na próxima rodada, mais um confronto direto, porém com um desfalque importante, que deve dar dor de cabeça para Diniz, e dois retornos certos na defesa.

Um dos autores dos gols do Vasco, Nene tomou o terceiro cartão amarelo e irá desfalcar a equipa na sexta-feira, às 21h30, em São Januário. O meia é um dos principais nomes da equipe e tem sido o diferencial dentro e fora de campo. Em oito jogos, o meia tem quatro gols e duas assistências desde que voltou à equipes da Cruz de Malta.

+ Confira e simule a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro

Por outro lado, Ricardo Graça, que desfalcou o time neste domingo, voltará de suspensão contra os alagoanos. Diante do Timbu, Walber atuou pela primeira vez como titular e por pouco não fez um gol, de cabeça. Graça deve formar dupla com Leandro Castan, de maneira natural, contra o Azulão.

Além dele, o lateral-direito Léo Matos também deve ser relacionado na sexta-feira. O experiente jogador não ficou como opção no banco contra o alvirrubro pernambucano, pois foi liberado para viajar e acompanhar o nascimento da filha.

+ ATUAÇÕES: Nenê tem dia inspirado e recebe a melhor nota; Morato deixa a desejar em empate do Vasco

Entre os desfalques estão os três jogadores que só devem voltar na próxima temporada. Miranda está suspenso pela Conmebol por antidoping, Sarrafiore operou o joelho, mas renovou o empréstimo com o Vasco. Michel, por sua vez, tem contrato até o fim e novembro, mas segue lesionado e não irá permanecer no clube carioca.

+ Após empate, Vasco perde chance de colar no G4; confira as probabilidades na reta final da Série B

Com 47 pontos, o Vasco terá sete finais para tentar voltar à elite do futebol brasileiro. Além do CSA, o time ainda enfrenta até o fim da competição: Guarani, Vila Nova e Londrina (fora de casa) e Botafogo, Vitória e Remo (na Colina Histórica). O sonho dos 64 pontos ainda é possível, mas o time não pode mais tropeçar e precisa de uma arrancada.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos