Vasco tenta ajeitar a defesa para esquecer temporada turbulenta

Robson Bambu: novidade para a defesa do Cruz-Maltino (Divulgação/Vasco


A reformulação inicial do Vasco no setor defensivo demonstra o quanto a oscilação na Série B deixou desconfianças na Colina. Além de anunciar recentemente Robson Bambu, contar com Léo (que será apresentado nesta quarta-feira, 4) tanto para a zaga quanto para a lateral esquerda e ter o lateral-esquerdo Lucas Piton, o Cruz-Maltino tem encaminhado um acordo com o lateral-direito Pumita Rodríguez. Tudo em nome de ajeitar uma defesa que causou tantas turbulências na luta pelo acesso.

O Vasco teve a pior defesa entre os clubes que retornaram à Série A. A equipe sofreu 36 gols, enquanto o campeão Cruzeiro e o vice Grêmio foram vazados em 26 oportunidades e o Bahia levou 28 gols.

A projeção de um ano mais desafiador faz a cúpula vascaína se mobilizar. Porém, a SAF se volta ainda para outros aspectos: além do resultado a curto prazo, há a expectativa de contar jogadores considerados com potencial de crescimento e que aceitem vínculos mais longos.

Os recém-chegados a São Januário têm o desafio de fazer com que o Vasco tenha confiança defensiva e consiga condições para tornar 2023 o início de um regresso de uma equipe com condições de disputar competições em alto nível. Os torcedores cruz-maltinos não querem mais um ano movido a sustos.