Vasco tenta abrir novos caminhos para que Germán Cano estenda sua lista de gols pela equipe

LANCE!
·2 minuto de leitura


O balanço das redes do Vasco passa por Germán Cano. Mas o camisa 14, que no último sábado, no 3 a 1 sobre o Resende, alcançou 29 gols com a camisa cruz-maltina e se tornou o maior artilheiro estrangeiro da equipe no século XXI, precisa de cada vez mais espaço para se sobressair aos adversários.

- Está com uma média de gols muito boa na temporada, e a tendência é que a gente propicie isso a ele em todos os jogos, pela característica ofensiva que nosso time tem hoje - declarou.


Germán Cano lidou com inconstância do setor ofensivo na temporada anterior. Em alguns momentos, o atacante ficava isolado e ele teve de driblar, além dos marcadores, a ansiedade. A ideia de Marcelo Cabo é adequar o atual Cruz-Maltino conforme o jogo se desenhe.

- Eu tenho alguns jogadores que podem me ajudar por dentro, como o Morato fez hoje (sábado), o (Gabriel) Pec tem essa característica... Eu ganho essa flexibilidade poder transformar um 4-2-3-1 em um 4-3-3. Foi o que aconteceu no intervalo (da partida contra o Resende), a gente conseguiu ajustar a equipe com a mudança do esquema tático. A gente trabalhou bem e não pode ficar engessado em só um sistema - declarou o treinador.

Germán Cano se coloca à disposição do que o técnico cruz-maltino exigir.

- É um técnico que nos dá muitas ferramentas. Tenho de fazer o meu melhor dentro de campo - disse.

Uma das ferramentas é contar com a contribuição de colegas Gabriel Pec e Léo jabá. Afinal, o camisa 14 vem ganhando mais brechas para surpreender os adversários e empilhar gols marcados.

Germán Cano já chegou 29 vezes ao caminho das redes. Mas o Vasco ainda tem muito a peregrinar na sua luta por se reerguer.