Vasco tem aproveitamento ruim em 2017 contra times da elite nacional

David Nascimento e Hugo Mirandela

O Vasco volta a entrar em campo apenas no dia 14 de maio, contra o Palmeiras, pelo Brasileirão, em seu retorno à Série A. O aproveitamento do Cruz-Maltino este ano contra equipes da elite do futebol nacional acende uma luz de alerta em São Januário para não passar aperto na competição. Isso porque em 10 jogos contra esses rivais, o time da Colina Histórica venceu apenas um.

Em duelos contra times da Série A em 2017, o Vasco acumulou cinco derrotas, quatro empates e apenas um triunfo. Um aproveitamento de apenas 23%. Assim no Brasileirão, a equipe terminaria na zona de rebaixamento.

Destes confrontos, o Cruz-Maltino foi goleado em três. Perdeu por 4 a 1 para o Corinthians na Florida Cup e acabou dominado pelo Fluminense em duas derrotas por 3 a 0, uma na estreia do Carioca e agora na semifinal da competição. No revés por 1 a 0 contra o Flamengo, na semifinal da Taça Guanabara, o Vasco também teve uma atuação bem abaixo do rival e poderia ter perdido por um placar mais elástico.

O Vasco não teve sucesso nem contra um adversário que não é favorito a grandes façanhas no Brasileirão deste ano. Contra o Vitória, pela terceira fase da Copa do Brasil, a equipe arrancou um empate no fim do jogo em casa, mesmo com um jogador a mais durante todo o segundo tempo. Na volta, foi derrotado por 1 a 0. Assim, acabou eliminado precocemente da competição nacional, um caminho mais curto para a Libertadores, um das pretensões do clube nesta temporada.

A única vitória vascaína veio no clássico contra o Botafogo, por 2 a 0, que valeu a conquista da Taça Rio. Porém, vale lembrar que o Alvinegro estava atuando com uma equipe alternativa, com apenas um titular. O Cruz-Maltino dominou o jogo, mas suou para vencer, marcando seus gols aos 41 e 47 do segundo tempo.

O time já cresceu bastante com o técnico Milton Mendes, principalmente na parte defensiva, um dos problemas no início do ano. Antes da eliminação para o Tricolor no Carioca, a equipe ainda não tinha perdido com o treinador e havia levado apenas dois gols. No entanto, para ‘brigar nas cabeças’ no Brasileirão, o nível de atuação precisa melhorar.

OS JOGOS CONTRA RIVAIS DA ELITE EM 2017

Vasco 1 x 4 Corinthians
Na Florida Cup, torneio de pré-temporada, o Vasco foi atropelado pelo Corinthians. Com a defesa exposta, sem pegada na marcação no meio, o time foi envolvido e acabou goleado por 4 a 1.

Vasco 0 x 3 Fluminense
O problema de falta de marcação no meio voltou a acontecer contra o Fluminense, na estreia do Carioca, o que ocasionou nova goleada. O Cruz-Maltino poderia ter perdido de mais se não fosse Martin Silva.

Flamengo 1 x 0 Vasco
Apesar do placar magro, o Rubro-Negro teve o domínio do jogo. O Vasco pouco conseguiu criar e acabou eliminado na semifinal da Taça Guanabara.

Vasco 1 x 1 Vitória
Mesmo atuando com um a mais todo o segundo tempo em São Januário, o Cruz-Maltino penou para arrancar um empate com o Vitória. Manga cometeu um pênalti infantil e a derrota só não veio porque Nenê conseguiu a igualdade no placar nos acréscimos, também de pênalti.

Vitória 1 x 0 Vasco
Na volta, nova atuação ruim do Vasco. Após perder boas oportunidades na primeira etapa, o time viu o Vitória crescer no segundo tempo e chegar ao gol do triunfo. A derrota rendeu a eliminação da Copa do Brasil e a demissão do técnico Cristovão Borges.

Vasco 0 x 0 Botafogo
Com o interino Valdir Bigode no comando, o Vasco apresentou uma postura diferente, com mais entrega em campo. Porém, o nível de atuação ainda longe do ideal. Acabou no empate em 0 a 0 em uma partida de baixo nível técnico.

Flamengo 2 x 2 Vasco
No primeiro clássico com Milton Mendes, o Vasco fez um grande primeiro tempo, anulando o rival e acabou indo para o vestiário vencendo por 1 a 0. No entanto, tudo mudou na etapa final com a expulsão de Luis Fabiano. O Cruz-Maltino levou a virada e só não perdeu por conta de um pênalti marcado de forma errada no último minuto.

Vasco 0 x 0 Flamengo
Com a vantagem do empate para avançar à final da Taça Rio, o Cruz-Maltino adotou uma postura de esperar o adversário e sair no contra-ataque e teve êxito na estratégia. O Vasco pouco produziu no ataque, mas anulou as armas rubro-negras e saiu com a classificação.

Vasco 2 x 0 Botafogo
Na disputa do título da Taça Rio, o Vasco teve mais volume de jogo, principalmente no segundo tempo. Apesar da vitória por 2 a 0, a atuação ficou longe de ser brilhante contra o time alternativo do Alvinegro.

Fluminense 3 x 0 Vasco
O Cruz-Maltino foi dominado pelo Tricolor e acabou eliminado do Carioca. O time do técnico Milton Mendes só conseguiu equilibrar as ações por dez minutos após a parada técnica do primeiro tempo, quando criou três boas chances para marcar. Depois, pecou na bola aérea e levou mais uma goleada.































E MAIS: