Vasco joga mal e perde para Goiás em jogo de ida da Copa do Brasil

Gabriel Grey
LANCE!


Decepção na Colina. Em mais uma partida de baixo nível técnico, o Vasco foi derrotado pelo Goiás por 1 a 0, nesta quinta-feira, em São Januário, e vai em desvantagem para o segundo jogo da terceira fase da Copa do Brasil. O zagueiro Fábio Sanches marcou o gol da vitória do Esmeraldino.

Confira e simule a tabela do Campeonato Carioca

O Gigante da Colina agora volta suas atenções para o clássico contra o Fluminense, no próximo domingo, às 18h, no Maracanã. Pela Copa do Brasil, a equipe de Abel Braga volta a enfrentar o Goiás na próxima quarta-feira, às 21:30, em Goiás.

Fernando Miguel salva
O Goiás não sentiu a pressão de São Januário e pressionou o Vasco desde o começo da partida. Logo aos dez minutos, Rafael Moura tabelou com Daniel Bessa dentro da área e, sozinho, chutou cruzado, mas Fernando Miguel fez boa defesa com o braço direito. Na sequência, aos 11, Keko quase marcou um golaço. O atacante recebeu a bola, dominou, ajeitou a bola para o alto e emendou uma bicicleta. Fernando Miguel, mais uma vez, salvou a pátria do Gigante da Colina. O Cruz-Maltino respondeu com seu artilheiro argentino. Em contra-ataque puxado por Andrey, o meia abriu para Vinícius na ponta direita e recebeu de volta chutando de primeira. O goleiro Tadeu fez grande defesa e acabou dando rebote dentro da pequena área. A bola, quase em cima da linha, foi empurrada por Cano para o fundo das redes, mas o camisa 14 usou as mãos para marcar e, por isso, o árbitro anulou o gol.

Esmeraldino na frente
O Vasco não conseguia assumir o controle do jogo e o Goiás seguia sua pressão. Aos 26, Keko assustou novamente o torcedor vascaíno. O atacante arriscou uma falta de muito longe e carimbou o travessão de Fernando Miguel. O primeiro tempo do Vasco era muito ruim e o castigo veio no fim. Aos 43, em cobrança de falta para dentro da área, bola foi desviada na primeira trave, e Sanches, na segunda, tocou para dentro do gol. O clima em São Januário mudou instantaneamente no fim da primeira etapa. O que antes era apoio, virou cobrança e pressão para equipe de Abel Braga.

Decepção na Colina
Pressionado e precisando de gols, o Vasco voltou mais ligado para segunda etapa e assustou com menos de 10 minutos. Em bola alçada na área, Leandro Castán aproveitou a sobra e chutou na rede pelo lado de fora. A pressão seguiu. Aos 14, Raul carregou a bola pelo meio, soltou a bomba de longe e viu Tadeu fazer grande defesa. Faltava criação no meio-campo do Vasco e Abel Braga promoveu a estreia de Benítez. Apesar de ter muitos homens de frente, o Cruz-Maltino não teve forças para buscar o empate e acabou amargando uma derrota dura diante de sua torcida, em São Januário.


FICHA TÉCNICA:
VASCO 0 X 1 GOIÁS

Data/Hora: 12/03/2020, às 21h30
Local: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto (SP) NotaL!: 7,0 Acertou nas decisões e controlou bem a partida.
Auxiliares: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP) e Luiz Alberto Andrini Nogueira (SP)
Gramado: Bom
Público e renda: 17.970 presentes / R$ 612.420
Cartões amarelos: Raul, Cano, Andrey (VAS) Sandro (GOI)
Cartão vermelho:-

GOL: Sanches 43' 1º (0-1)

VASCO: Fernando Miguel; Yago Pikachu, Werley, Leandro Castan, Henrique; Andrey, Raul (Benitez, 17' 2º), Guarín (Juninho - intervalo); Vinícius (Ribamar - intervalo), Cano e Marrony. Técnico: Abel Braga

GOIÁS: Tadeu; Juan Pintado, Fábio Sanches, Rafael Vaz e Caju; Sandro, Léo Sena (Breno, 40' 2ºT) e Daniel Bessa; Keko (Vinícius, 34' 2ºT), Rafael Moura e Victor Andrade (Mike, 28' 2ºT). Técnico: Ney Franco


























Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também