Vasco recebe o Defensa y Justicia em duelo de volta na Sul-Americana

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Em apuros após ser goleado no Brasileiro, o Vasco vai em busca de um alívio para a situação nesta quinta-feira (3), contra o Defensa y Justicia, em São Januário, no jogo de volta pela oitavas de final da Copa Sul-Americana. A partida começa às 21h30. Como o duelo de ida terminou em 1 a 1, na Argentina, o Vasco se classifica para as quartas de final em caso de vitória simples ou empate sem gols. Se houver novo 1 a 1, porém, a decisão irá para os pênaltis. Apesar do bom resultado na ida, a equipe cruz-maltina chega em crise para o duelo desta quinta. Em meio à má campanha no Nacional, o clube volta a enfrentar a ameaça de rebaixamento e vem de uma sonora derrota por 4 a 1 para o Ceará, em São Januário. Para piorar o ambiente, o elenco foi alvo de protestos de membros de organizadas nesta quarta-feira (2), na entrada do centro de treinamento em Jacarepaguá, na zona oeste do Rio. Em campo, o Vasco seguirá às voltas com desfalques. O principal ainda é o atacante Cano, diagnosticado com Covid. Por outro lado, a equipe volta a ser comandada pelo técnico Ricardo Sá Pinto, que cumpriu o período de isolamento após testar positivo para o coronavírus. Outra novidade pode ser a volta de Talles Magno, também recuperado de Covid. VASCO Lucão; Miranda, Leandro Castan, Ricardo Graça; Léo Matos, Marcos Júnior, Leonardo Gil, Benítez, Neto Borges; Gustavo Torres (Talles Magno) e Ribamar. T.: Ricardo Sá Pinto DEFENSA Y JUSTICIA Unsain; Breitenbruch, Frías, Martínez, Brítez; Loaiza, Larralde, Riuz, Benítez, Pizzini; Braian Romero. T.: Hernán Crespo Estádio: São Januário, no Rio Horário: 21h30 desta quinta Árbitro: Andrés Cunha (URU)