Vasco empata com Caracas (0-0) e avança às oitavas da Sul-Americana

·1 minuto de leitura
Neto Borges e Leandro Castan se abraçam no final da partida da segunda fase da Copa Sul-Americana no Estádio Olímpico de Caracas, em 4 de novembro de 2020
Neto Borges e Leandro Castan se abraçam no final da partida da segunda fase da Copa Sul-Americana no Estádio Olímpico de Caracas, em 4 de novembro de 2020

O empate em 0 a 0 com o Caracas na Venezuela bastou para o Vasco da Gama se classificar para as oitavas de final da Copa Sul-Americana-2020, se valendo da vitória por 1 a 0 conquistada há uma semana em casa. 

Comandado pelo português Ricardo Sá Pinto, o time carioca precisou apenas administrar o resultado no Estádio Olímpico da UCV, após a vantagem obtida na última quarta-feira em São Januário, no Rio de Janeiro. O goleiro Fernando Miguel mostrou serviço quando foi necessário e garantiu a classificação. 

O Vasco chegou a marcar por meio de uma cabeçada do atacante Tiago Reis mas o gol foi anulado após o árbitro sinalizar o impedimento (11).

Aos 31 minutos o meia vascaíno Benítez disparou um chute de pé esquerdo e o goleiro Velásquez quase deixou entrar.

O time local até criou algumas chances no início do segundo tempo, mas sofreu um duro golpe com a expulsão do zagueiro central Rosmel Villanueva aos 67 minutos depois que o jogador recebeu um segundo cartão amarelo por cometer uma falta dura no meio-campo Carlinhos.

Apesar da vantagem numérica, a equipe carioca não pressionou os venezuelanos e se contentou com o empate. 

O Vasco vai enfrentar agora o argentino Defensa y Justicia, que mais cedo eliminou o paraguaio Sportivo Luqueño com quem empatou em 1 a 1 (no primeiro jogo, venceu por 2 a 1).

erc/cl/aam