Vasco e Flamengo se reencontram no Carioca após duelo épico do "outro patamar"

Goal.com

Depois de um dos clássicos mais emblemáticos dos últimos tempos, Vasco e Flamengo se reencontram nesta quarta-feira (22) em clima de pré-temporada. Cerca de dois meses depois da já famosa declaração de Bruno Henrique, alegando que o Fla estava "em outro patamar", os dois clubes fazem o primeiro embate de 2020 às 21h (de Brasília), no Maracanã, pelo Campeonato Carioca.

Apesar de ser apenas a segunda partida do ano e valer pouco se comparado ao que ambos têm em vista para o ano, a rivalidade já dá as caras no duelo. O Flamengo, que disputou o Mundial de Clubes há menos de um mês, vai mandar a campo um time recheado de juniores, esvaziando uma possível derrota para o adversário.

Ciente disso, o técnico Abel Braga, que revê o clube após uma conturbada saída no meio do ano passado, contra-atacou rapidamente. Subiu oito jogadores das categorias de base, aproveitando a eliminação dos juniores na Copinha, e assegurou que vai poupar todos os titulares.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio
Confusão Flamengo Vasco Brasileirão 2019
Confusão Flamengo Vasco Brasileirão 2019
Último clássico foi marcado por grande futebol, mas também por confusões (Foto: Getty)

"Vou poupar todos os jogadores. Nós vamos com um jogador que tem uns anos a mais, mas o resto é sub-20", comentou o treinador, assegurando que vai escalar apenas o atacante Ribamar entre os atletas mais velhos. O centroavante, aliás, marcou o último gol daquele épico 4 a 4.

Naquela ocasião, o "outro patamar" flamenguista era motivado pela liderança isolado do Brasileiro, que se transformou em título poucas semanas depois, e pela disputa da final da Libertadores da América, já assegurada com uma goleada por 5 a 0 sobre o Grêmio.

O Vasco, sob a batuta do hoje palmeirense Vanderlei Luxemburgo, surpreendeu com um contra-ataque rápido e bom toque de bola, ficando duas vezes na frente do placar (2 a 1 e 3 a 2). O volume de jogo dos rubro-negros, porém, impediu que os vascaínos celebrassem o que seria uma marca positiva histórica no duelo.

Para esta quarta-feira, sem os destaques dos dois lados, fica na mesa um tabu: o Vasco não derrota o Flamengo há 14 partidas, desde 2016. Com juniores ou não, um triunfo neste meio de semana já quebra a escrita recente a favor do rubro-negro e "aproxima" os patamares dos dois lados.

Leia também