Vasco contrata nadadora paralímpica campeã brasileira e no Parapan

Dayanne Silva é atleta da classe S6 e tem recordes nos 50m borboleta e 100m costas. Ela celebra acordo com o Cruz-Maltino e espera contribuir também para inclusão no esporte

O Vasco segue investimento nos esportes paralímpicos. Nesta quarta-feira, o clube anunciou a contratação da nadadora Dayanne Silva, atual campeã brasileira dos 50m borboleta e 100m costas, e parapanamericana dos 50m borboletas. A atleta da classe S6 celebra o acerto e espera grandes resultados pelo Cruz-Maltino.

- O Vasco tem um papel muito importante, por apoiar o esporte paralímpico. Isto é fundamental para nós atletas e quem forma a comissão técnica. Vislumbro grandes resultados representando o Vasco, venho de um ano com grandes vitórias e, com as paralímpiadas aqui no Rio, o esporte ganhou uma visibilidade ainda maior. Claro que falta conquistar bastante coisa, mas alcançou um patamar significante - disse Dayanne ao site oficial do Vasco.

Dayanne defende o título nacional nos 50m borboleta desde 2012 e dos 100m costas desde 2013. Logo nos dois primeiros anos de ambos títulos quebrou os recordes brasileiros, fato que se repetiu até 2015 e que persiste ainda hoje, consagrando a vascaína como recordista nacional das duas categorias, com os tempos de 41s08 nos 50m borboleta e 01m44s12 nos 100m costas. O recorde nos 50m borboletas, inclusive, foi quebrado durante o Parapan de Toronto, em 2015, assegurando também o recorde parapanamericano.

Restando apenas um dia para completar 25 anos, a atleta nascida em São Tomé, no Rio Grande do Norte, já esteve perto de disputar os Jogos Paralímpicos. No Rio 2016, por pouco não conseguiu a vaga, ficando como uma das primeiras reservas. Dayanne falou da importância de representar o Vasco e espera além de bons resultados, mostrar o valor do esporte paralímpico e ajudar na inclusão.

- Meu intuito aqui no Vasco é representar o clube da melhor forma possível, não só em termos de resultado, mas em inclusão também. Mostrar o esporte paralímpico em alto rendimento é o meu principal objetivo. Foi uma surpresa quando o clube entrou em contato comigo, foi algo gratificante. Estar em um grande time é algo expressivo, ainda mais no Vasco, que é um clube de tradição esportiva gigante e carregar a Cruz de Malta no peito tem uma responsabilidade enorme - comentou.

No esporte desde os 14 anos, Dayanne estava no Praia Clube de Uberlândia antes de se transferir para o Gigante da Colina. Sua estreia pelo Almirante será no começo de Junho, na primeira etapa do Campeonato Nacional, que já vale vaga para o mundial do México, que será realizado em outubro.










E MAIS: