Vasco bate o Nova Iguaçu e garante classificação dupla no Estadual

Igor Siqueira

O Vasco está duplamente classificado. A zebra laranja não passeou em Moça Bonita, e o Cruz-Maltino derrotou o Nova Iguaçu, por 2 a 0, neste domingo, pela sexta rodada da Taça Rio, garantindo a vaga nas semifinais do segundo turno e, de quebra, a presença nas semis do Carioca-2017.

O Gigante da Colina não fez uma partida brilhante, mas conseguiu o resultado que precisava para terminar com 12 pontos no Grupo C e com 21 na classificação geral. Ou seja, o adversário em uma semifinal do turno será o Flamengo. Independentemente do que acontecer na Taça Rio, o Vasco também já sabe que vai enfrentar o Fluminense na semifinal do Estadual.

O Nova Iguaçu, apesar da derrota, terminou a participação no Carioca de forma honrosa, já que ficou em quinto na classificação geral.

O sucesso vascaíno em Bangu começou a ser construído graças ao zagueiro Rafael Marques, que jogou com a camisa com número certo (ninguém pegou a dele enganado desta vez, não é Jomar?). O defensor, na reta final do primeiro tempo, aproveitou a jogada de escanteio e - como uma flecha, em um espaço aberto por uma falha defensiva do time da Baixada - apareceu para tocar de cabeça.

E se Luis Fabiano ainda persegue o primeiro gol com a camisa Cruz-Maltina, quem virou arma fundamental no time de Milton Mendes é Yago Pikachu. A fase artilheira do meia (esquece essa de lateral) continua. Foi dele o segundo gol do Vasco, após tabela com Nenê e conclusão de carrinho, já no segundo tempo.

Por falar em Fabuloso, apesar das dificuldades físicas (não adianta mandar bola esticada para ele), o atacante chegou a assustar o Nova Iguaçu com uma cabeçada na etapa final.

Essa foi uma das chances que o Vasco poderia ter aproveitado para fazer um placar ainda mais elástico. O Nova Iguaçu deu espaços porque chegou à última rodada com chances de classificação, e isso proporcionou, por exemplo, espaços para os meio-campistas vascaínos na etapa final. Douglas, que fez boa partida, também lamentou oportunidade perdida. Para o volante, destaque vascaíno na temporada, o jogo também foi de discussão com Nenê, ainda no primeiro tempo.

Mas o que não gerou discussão mesmo foi o merecimento da classificação vascaína. A moral cresce na busca pela Taça Rio e pela conquista estadual.

NOVA IGUAÇU 0 X 2 VASCO
Local: Estádio de Moça Bonita, no Rio de Janeiro (RJ)
Data/Hora: 2/4/2017, às 16h
Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá
Assistentes: Carlos Henrique Alves de Lima e Gabriel Conti Viana
Cartões amarelos: Iuri, Caio Cezar, Patrick, Renan Silva (NIG); Rafael Marques, Jean (VAS)
Gols: Rafael Marques, 38'/1ºT (0-1); Yago Pikachu, 31'/2T (0-2)
Renda/Público: R$ 66.220,00 / 2.798 pagantes

NOVA IGUAÇU: Jefferson, Vinicius Matheus, Raphael Azevedo, Murilo Henrique e Menezes; Iuri (Renan Silva, 13'/2ºT), Caio Cezar, Paulo Henrique e Wescley (Patrick, 33'/2ºT); Marlon (Alex Souza, 33'/2ºT) e Adriano. Técnico: Edson Souza.

VASCO: Martín Silva, Gilberto, Rodrigo, Rafael Marques e Henrique; Jean (Wagner, 42'/2ºT), Douglas, Yago Pikachu (Manga, 34'/2ºT), Kelvin (Julio dos Santos, 24'/2ºT) e Nenê; Luis Fabiano. Técnico: Milton Mendes



























E MAIS: