Van Gaal prevê que 'Equador criará mais problemas que Senegal' à Holanda na segunda rodada da Copa


O técnico da Holanda, Louis van Gaal, disse esperar que o Equador crie mais problemas do que o Senegal para a sua equipe, na segunda rodada da fase de grupos da Copa do Mundo no Qatar. Confronto acontece nesta sexta-feira, às 13h (horário de Brasília), pwlo grupo A do torneio, no International Khalifa.

- É uma equipe mais organizada do que o Senegal, tem jogadores inteligentes e penso que vai ser difícil do que o Senegal - analisou.

O comandante holandês disse ter estudado bem o Equador, mas se recusou a dar detalhes das suas análises para não dar pistas ao adversário, ao mesmo tempo que se recusou a detalhar os seus próprios planos para o jogo, pela mesma razão.

- Analisamos cerca de 15 jogadores ao longo dos últimos 18 meses. Sabemos que é uma boa equipe, um adversário duro. Nos últimos três ou quatro jogos eles não perderam (oito, na verdade). Eles têm um sistema inteligente. Não marcam muitos gols, mas também não sofrem gols - argumentou.

+ Confira e simule a tabela da Copa do Mundo

Van Gaal reconheceu que, em comparação com o jogo contra o Senegal, a seleção holandesa precisa melhorar, especialmente quando tem a posse da bola.

- Na posse, não se pode jogar como nós jogámos contra o Senegal. Quando jogarmos contra equipes maiores, teremos de melhorar isso, ou não conseguiremos ganhar - opinou.

Van Gaal também mencionou as derrotas de Argentina, para a Arábia Saudita, e Alemanha, para o Japão, na primeira rodada.

- É revelador, mas é mais fácil defender do que atacar. A Alemanha desperdiçou muitas oportunidades, e perdeu. Penso que tem a ver com a disciplina da equipe e posso dizer que a minha equipe vai respeitar isso até o fim - enfatizou.

Sobre a possibilidade de usar a braçadeira em apoio à comunidade LGBTQIA+. proibida pela Fifa, o técnico respondeu negativamente.

- Não quero correr esse risco, estamos aqui para sermos campeões - frisou.