Van Gaal pede mais apoio da torcida holandesa

Van Gaal em treinamento da Holanda. Foto: ALBERTO PIZZOLI/AFP via Getty Images
Van Gaal em treinamento da Holanda. Foto: ALBERTO PIZZOLI/AFP via Getty Images

A Holanda classificou sem sustos para o “mata-mata” da Copa do Mundo, nas oitavas de final “liquidou” o duelo contra os Estados Unidos por 3 a 1 e muitos analistas a consideram como favorita ao título. No entanto, o técnico da “Laranja Mecânica”, Van Gaal, tratou logo de pedir mais apoio da sua torcida.

"Seria bom se o país nos apoiasse mais. Fizemos quatro jogos e em todos eles nossos torcedores foram uma minoria. Alcançará o efeito desejado?”, reclamou o técnico logo depois desse triunfo frente ao esquadrão estadunidense.

Leia também:

O placar não trouxe satisfação para o experiente técnico holandês. “No intervalo, fui muito crítico na minha análise apesar da vitória parcial por 2 a 0. Acho que fizemos gols fantástico, principalmente o primeiro, em equipe. No entanto, sofremos muito... ficamos pouco com a bola e isso não pode acontecer", falou.

Complementou logo na sequência que o desempenho do segundo tempo melhor do que o da primeira etapa. "Isso é inaceitável em uma Copa do Mundo, principalmente quando você joga contra as principais seleções. No segundo tempo, fizemos um trabalho muito melhor", analisou.

Van Gaal também não despistou quanto ao fato do possível título inédito da Holanda em Mundial. "Falo há um ano que podemos ser campeões mundiais. Não que vamos, mas que podemos. Estou falando sobre a formação de equipe e sinto prazer com este grupo de jogadores, pensando em desempenho e resultado", concluiu.

O próximo compromisso da Holanda nesta Copa do Mundo será nesta sexta-feira (9), às 16h (horário de Brasília), no Lusail, pelas quartas de final diante da Argentina. Quem avançar pode enfrentar Japão, Croácia, Brasil ou Coreia do Sul. O grupo conta com a boa fase de Depay, Dumfries, Frenkie de Jong e outros novatos para levantar esse “caneco”.