Valesca se revolta com praias e shoppings lotados: "Governantes bostas"

Yahoo Vida e Estilo
A cantora fala todos os dias sobre a importância do isolamento (Foto: Reprodução/Instagram/@valescapopozuda)
A cantora fala todos os dias sobre a importância do isolamento (Foto: Reprodução/Instagram/@valescapopozuda)

Valesca Popozuda está cumprindo a quarentena com afinco. A funkeira tem reforçado todos os dias em suas redes sociais a importância de ficar em casa para evitar aglomerações por conta da pandemia. Nesta segunda-feira (15), inclusive, ela falou sobre praias e shoppings lotados no fim de semana e culpou os governadores pelo afrouxamento do isolamento enquanto a curva de casos só aumenta no Brasil.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no InstagramFacebook e Twitter, e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentários.

“Adorei que o Brasil me excluiu da cura do Covid-19! Acho que apenas eu e minha família ficamos em casa no feriado e no resto da quarentena. Deve tá todo mundo curado pra ter ido pra praia, shopping e bares”, ironizou. “As pessoas estão morrendo, sistema de saúde tá lotado, médicos e enfermeiros já não aguentam mais! Eu também quero sair, também quero trabalhar. Estou igual a muitos que perderam o emprego ou estão sem renda! Mas estou isolada, respeito o isolamento”, completou.

Leia também

Na sequência, Valesca disse que as pessoas que furam a quarentena para fazer o que não é essencial, como ir à praia e ao shopping, deveriam ser consideradas criminosas. “É egoísmo, falta de empatia, falta de vergonha e até mesmo criminoso quem está furando para ir à praia, shopping ou fazer social com amigos. Carreguem a culpa pelo menos do vírus não parar de se espalhar aqui no Brasil! Estou indignada”, escreveu.

Chocada com o incentivo que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) deu aos seus apoiadores para invadirem hospitais de campanha, a funkeira ainda perguntou se não haverá uma lei para punir quem fizer isso daqui pra frente. “Não acredito que não vai ter uma lei, decreto, regra ou qualquer coisa para prender e punir esses idiotas que querem invadir hospital e ‘provar’ que não existe gente morrendo por causa do Covid-19! Eu me recuso a acreditar nisso! Não é possível que essas pessoas saiam impunes”, declarou.

No fim do desabafo, Valesca pediu desculpa aos seguidores que estão seguindo as recomendações da OMS (Organização Mundial da Saúde) e criticou o trabalho dos políticos no combate à pandemia. “Queria começar a semana bem, com astral lá em cima, mas tá puxado! É triste ver o descaso de um país como o nosso com governantes bostas, população nem aí, e depois querem ‘protestar’ por um Brasil melhor”, finalizou



Leia também