Valentim diz que Athletico-PR precisa focar mais nos detalhes na final da Sul-Americana: 'Jogo de atenção'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·3 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


Na véspera da final da Copa Sul-Americana, Alberto Valentim e David Terans foram os representantes do Athletico-PR na coletiva de imprensa oficial da Conmebol. Nesta sexta-feira, a dupla comentou a decisão em jogo único, contra o Red Bull Bragantino, que começa às 17h, neste sábado, no Estádio Centenário. Para eles, o que vai importar é quem for melhor nos 90 minutos.

TABELA
> Veja a campanha do Athletico na Sul-Americana-2021 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

GALERIA
> Está chegando a hora! Relembre todas as finais da Copa Sul-Americana

A conversa com os jornalistas ocorreu na sala de imprensa do palco da final continental e minutos antes de a delegação fazer o reconhecimento do gramado reformado desse palco lendário do futebol. O objetivo agora é aproveitar ao máximo o momento conquistado e que o jogo chegue logo.

- Nossa preparação foi muito intensa, quisemos dar maior conforto aos jogadores, focado na qualidade de trabalho. E toda a atmosfera numa final internacional, de motivação, querer que chegue logo a hora do jogo, colocar em prática, uma oportunidade para nós, para o clube, para quem chegou há pouco tempo, queremos marcar a história no clube, e aproveitar esses momentos e se entregar ao máximo - comentou o técnico do Furacão.

Para o comandante rubro-negro, as finais em jogo único têm suas peculiaridades. Se os detalhes são observados de perto no mata-mata, eles precisam ser ainda mais trabalhados quando as decisões são nesse nível.

- A gente sempre fala muito em detalhes no mata-mata, em jogo único ainda temos que curar ainda mais esses detalhes, com atenção maior, estamos passando aos jogadores todas as informações possíveis, seja do Bragantino ou nossa, aquilo que precisamos corrigir, e também repetir as coisas boas, ou seja, é um jogo de atenção do início ao fim - argumentou Valentim.

Ao lado do treinador, estava David Terans, um dos destaques do Athletico e que vai estar "em casa" para disputar essa decisão. Uruguaio, o meia-atacante jogou a primeira parte do torneio pelo Peñarol e foi contratado pelo Furacão, onde tem a oportunidade de jogar uma final dentro de sua pátria.

- Para mim é muito importante jogar aqui, a última vez joguei foi contra o Nacional, marquei um gol, era um sonho desde criança jogar aqui. História muito linda, jogar a final aqui é lindo, importante, acho que amanhã a gente vai fazer um grande trabalho para conseguir um título - afirmou.

Terans foi questionado sobre o fato de o Athletico-PR ter uma equipe mais experiente do que a do Red Bull Bragantino, mas ele rechaçou qualquer vantagem baseada nisso. Para ele, vai ganhar quem for melhor nos 90 minutos.

- (Red Bull Bragantino) É um time que já mostrou muita qualidade, temos uma equipe mais experiente, mas amanhã quem ganhará é quem for melhor nos 90 minutos, sabemos a qualidade deles e a nossa força, estamos preparados para fazer um grande jogo para conquistar a vitória e o título - concluiu o meia.

Ainda no Centenário, a delegação foi até o gramado do estádio para fazer o reconhecimento na véspera da decisão em evento obrigatório na agenda da Conmebol. Agora a preparação no campo está encerrada para o Furacão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos