Valdivia tem desejo de retornar ao futebol brasileiro e cita o Corinthians ao responder sobre o assunto

·2 minuto de leitura

Você já imaginou o chileno Valdivia jogando pelo Corinthians? Pois é, nem pela cabeça dele passa isso. Apesar de admitir o desejo de voltar ao futebol brasileiro, o meio-campista descarta qualquer possibilidade de defender o Timão, ele que tem uma história vinculada ao Palmeiras.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Segundo o atleta, não há nem como pensar nisso por conta de sua identificação com o Verdão. "Não poderia jogar (no Corinthians). Primeiro teria que ter um interesse do clube, e não tem, não vai ter e não terá jamais. Outra coisa: eu me identifico muito com o Palmeiras. Apesar de ter muita gente que não gosta de mim, tem mais gente que gosta do que não gosta. Não jogaria no Corinthians. A torcida do Corinthians não ia gostar, a torcida do Palmeiras também, e a minha família também não ia gostar", disse Valdivia, ao programa Arena SBT.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Em 2010, durante a Copa do Mundo, o jogador se encontrou com Andrés Sanchez e o papo rolou solto. Mas, segundo o profissional, não passou de uma brincadeira. "Ele falou: 'Vem para o Corinthians. Vou te levar para lá’. Ficou nisso só. Não foi uma coisa séria. Acho que ele brincou comigo naquele dia. Não teve nada sério. Seria muito difícil para mim jogar no Corinthians ou no São Paulo, porque tenho um carinho especial pelo Palmeiras", completou. O atleta está com 37 anos, e seu último clube foi o Unión La Calera, do seu país.

Para mais notícias do Corinthians, clique aqui.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos