Vaiado no Morumbi, Nem recebe apoio de Ceni: “Jogador importante”

Ainda sem desencantar com a camisa do São Paulo, o atacante Wellington Nem foi vaiado pela torcida ao ser substituído por Thomaz, aos 15 minutos do segundo tempo, na partida contra o Cruzeiro, na última quinta-feira, no Morumbi. Pouco depois, o time da casa sofreu os dois gols e saiu em enorme desvantagem na quarta fase da Copa do Brasil. Após o duelo, porém, o técnico Rogério Ceni prestou apoio a seu jogador.

“A mim não me preocupa (as vaias da torcida). Ele deu azar contra o Defensia y Justicia-ARG, as três bolas que sobraram ele não conseguiu marcar. Quem sabe na hora que fizer o primeiro gol vai ganhar o carinho do torcedor. É um jogador importante, de drible”, ressaltou o treinador, em entrevista coletiva.

Contratado por empréstimo até o final do ano junto ao Shakhtar Donetsk-UCR, Wellington Nem soma 14 partidas pelo Tricolor, mas ainda não conseguiu balançar as redes adversárias. Nos últimos jogos, vem substituindo o meia Cueva, que ainda se recupera de um estiramento na coxa esquerda.

“O Wellington Nem jogou aberto pelo lugar que ele mais gosta. O jogo mostra isso. Depois ele trocou de lado com o Luiz Araújo, mas sempre jogando pelas pontas. Ele não joga fora de posição. A mim não me preocupa, ele deu azar”, reiterou Ceni.

Apesar do apoio público de Ceni, a presença de Wellington Nem no time titular do São Paulo neste domingo, no clássico contra o Corinthians, pelas semifinais do Campeonato Paulista, não é uma certeza. Há a possibilidade de a equipe começar com Thomaz, que possui características mais similares às de Cueva, com bom passe e maior capacidade de criação de jogadas.