Vagner Mancini se perdeu abraçado em convicções que nunca deram certo

·2 minuto de leitura

Vagner Mancini cavou sua própria demissão. Não na derrota diante do Palmeiras, por 2 a 0, na semifinal do Campeonato Paulista, pois nem os corintianos mais iludidos acreditavam em superioridade alvinegra no Dérbi. O treinador, agora ex, flertou com o desemprego na queda na Copa Sul-Americana 2021. Não se enganem, torcedores, ele sabia que ia perder. A derrota foi uma escolha.

Ainda na escalação inicial, quando apareceram nomes como Jô, Fábio Santos, Bruno Méndez, além de um esquema tático completamente diferente do que vinha funcionado nas última partidas, Mancini mostrou que havia jogado a toalha. No velho "jogo de cartas" do futebol brasileiro, apostar todas suas fichas na improvável vitória sobre um adversário visivelmente mais forte, é se contentar com a derrota e, nesse caso, eliminação.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Depois de sete meses, o Timão ainda não tinha padrão de jogo. Eram sempre 11 jogadores torcendo pelo talento individual de alguns deles em um cruzamento bem feito, ou bola milagrosamente encontrando os pés do definidor - seja lá quem fosse. Ninguém esperava que Mancini fosse milagreiro ao ponto de elevar o clube do Parque São Jorge aos melhores do Brasil novamente, mas dava para ter feito melhor. Sempre dá. E ele até conseguiu, como na partida contra o São Paulo e Inter de Limeira, mas abandonou suas próprias convicções, em prol de algo que nunca saberemos.

O treinador, no entanto, não deve sair como persona non grata, afinal, a permanência do Timão na elite brasileira é responsabilidade dele. No entanto, depois de sucessivos equívocos no comando, a relação com a Fiel já estava acabada e, quando isso acontece, não há mais volta. A diretoria deu tempo, espaço e agiu no momento oportuno - mesmo tendo duas eliminações na conta dentro da mesma semana. Agora, é preciso pensar com cuidado nos próximo nomes. Não existe mais espaço para laboratórios e experimentos no CT Joaquim Grava.

Mancini acumulou duas eliminações em menos de uma semana. | Miguel Schincariol/Getty Images
Mancini acumulou duas eliminações em menos de uma semana. | Miguel Schincariol/Getty Images

Nem os corintianos mais iludidos esperam um milagreiro capaz de empilhar títulos na temporada 2021 - até porque não há nem competições para isso mais. A Fiel pede um time que encare seus adversários de frente, e essa postura começa na beira do gramado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos