Vôlei: Em jogo quente, Funvic Taubaté vence Sesi-SP

Com nervos exaltados e erros da arbitragem, time do interior paulista abre vantagem nas semifinais da Superliga masculina

Emoção não faltou na primeira partida das semifinais da Superliga masculina. No ginásio Abaeté, o Funvic Taubaté recebeu o Sesi-SP e venceu o time da capital paulista por 3 sets a 0 (25/20, 25/22 e 25/21) em 1h40 de partida. O time da casa contou com grande apoio da torcida, que lotou e cantou durante toda a partida.

Embalado pelos torcedores, o ponteiro Lucas Lóh fez a festa do público e, com grande atuação, foi eleito o melhor jogador da partida. O atacante foi o mais votado no site do Vôlei Brasil (Confederação Brasileira de Voleibol) e recebeu o Troféu VivaVôlei. Porém, na hora do anúncio, o ponteiro Lucarelli entendeu seu nome e foi receber o prêmio, gerando uma situação inusitada. Lóh se divertiu.

- O Lucarelli foi sorrateiro. independentemente dessa situação engraçada, todos mereciam esse troféu, já que todo o grupo fez uma excelente partida. Além disso, a nossa torcida também merecia por sempre nos ajudar tanto - comentou o ponteiro.

Lucas também comentou sobre a vitória do time do interior paulista.

- Foi uma vitória muito importante. Há uma rivalidade grande, esses dois times já se enfrentaram diversas vezes nesta temporada, inclusive em finais e há um clima diferente neste confronto. Quem viu o jogo, percebeu que os dois times queriam ganhar a todo custo e nós soubemos assegurar a vitória e dar esse primeiro passo na série.

Outro destaque do time do Funvic Taubaté foi o oposto Wallace, maior pontuador da partida ao marcar 13 vezes.

O técnico do Sesi-SP, Marcos Pacheco, lamentou a atuação abaixo do esperado.

- Em primeiro lugar, o Taubaté jogou muito bem. Imprimiu um ritmo forte no saque, teve uma virada consistente e é tudo que um time precisa em um confronto como esse. Nós não conseguimos acompanhar. Quem ficar um pouco abaixo, a diferença fica grande. Nós não conseguimos alcançar o nível que eles jogaram.

A partida foi disputada desde a primeira bola, com as duas equipes em clima de decisão. Porém, alguns erros na arbitragem esquentaram ainda mais o confronto que, no terceiro set, contou com três cartões vermelhos (ponto para o adversário, sendo um para o Taubaté, com Lucarelli e dois para o Sesi-SP (Murilo e um membro da comissão técnica).

As duas equipes voltam a se enfrentar no dia 15 deste mês, às 21h30, desta vez na casa do Sesi-SP, na Vila Leopoldina, em São Paulo (SP). A segunda partida da série terá transmissão ao vivo do canal SporTV.


















E MAIS: