Vítor Pereira confirma titulares na próxima rodada do Carioca e exalta torcida do Flamengo

Vítor Pereira concedeu sua primeira coletiva pelo Flamengo neste domingo (Reprodução / FlaTV)


A vitória sobre a Portuguesa na estreia dos titulares não animou apenas a torcida do Flamengo. O técnico Vítor Pereira, que também fez seu primeiro jogo pelo clube, confirmou que gostou da atuação rubro-negra, embora ainda tenha alguns pontos para corrigir. O treinador também destacou a paixão da Nação, que lotou as arquibancadas do Maracanã.

+ Veja as principais movimentações do Flamengo no mercado da bola

Para o português, o Flamengo fez um jogo consistente na tarde deste domingo. O comandante elogiou muito o quarteto ofensivo, que pode decidir o jogo a qualquer momento. Além disso, falou sobre as anotações feitas em um 'caderninho', para manter aquilo que foi bom e corrigir o que faltou e confirmou os titulares na próxima rodada, diante do Madureira.

- É fundamental ter mais paciência para acelerar o jogo, encontrar os espaços, não forçar espaços. A equipe vai ter esse crescimento. Depois podemos ter a nossa pressão mais organizada, houve momentos hoje que partimos. Os jogadores da frente decidem um jogo a qualquer momento, vamos desenvolver isso aos poucos - disse, antes de completar:

- Temos que ir passando as ideias, construindo uma identidade com os jogadores, respeitando a qualidade deles. Eu gosto do jogo dominador, mais agressivo. Temos que melhorar nossa transição defensiva. Eu preciso destes jogos para preparar a equipe para a Supercopa, então vamos com os titulares para Cariacica. Ainda estou definindo os titulares, não há ninguém garantido, mas é a melhor equipe que vamos mandar para lá. Nós precisamos deles para que eles se sintam preparados para o que vem - analisou.

+ VÍDEO: Torcida do Flamengo atende pedido de Zico e muda música que ofende Pelé

O português destacou, também, a festa da torcida do Flamengo nas arquibancadas do Maracanã. Ao todo, mais de 51 mil torcedores fizeram o estádio tremer e comemoraram o triunfo rubro-negro neste domingo de sol.

- O jogo pra primeiro naturalmente tenho algumas anotações para corrigir, isso é um processo. Gostei da postura da equipe, que sabe que tem bola. Tivemos alguns bons momentos de pressão, com qualidade ofensiva. Em relação à torcida, não sei o que dizer, 51 mil torcedores num domingo a tarde com sol e praia para irem, só mesmo com muita paixão. É uma torcida apaixonada.

O próximo desafio do Flamengo, como mencionado, será diante do Madureira, em jogo válido pela segunda rodada do Campeonato Carioca. A partida acontecerá nesta quarta-feira, às 19h (de Brasília), no Estádio Kléber Andrade, em Cariacica.

+ Caderninho e mudanças táticas: Vítor Pereira dá cartão de visitas em estreia pelo Flamengo

VEJA OUTROS PONTOS ABORDADOS NA COLETIVA

Jogo bonito
- O objetivo é usar jogadores que tratem bem a bola e juntá-los em combinações próximas. Isso permite um jogo mais forte e atrai o adversário, temos que melhorar isso também. Essa alternância, com combinações que eles tenham liberdade para decidir. Isso é o jogo bonito.

Vai terminar a temporada?
- É um grande desafio, mas não vou perder uma noite de sono pensando se vou durar a temporada toda. Eu quero ajudar essa equipe a crescer, ter uma identidade, ser competitiva. É nesse sentido que vamos, queremos ganhar títulos, é isso que nos motiva. Foi isso que me trouxe ao Flamengo.

Anotações no caderninho
A minha memória não é muito boa, então tenho que anotar logo, senão esqueço. Foram questões ofensivas, bem feitas e que temos que melhorar, o mesmo no sistema defensivo. Depois vou ter uma conversa com os jogadores para seguir melhorando.

Parte defensiva
O que eu posso dizer é que o Flamengo tem que estar preparado para defender em bloco baixo quando nos obrigarem. Temos que saber observar o jogo, pressionar ou não, saber defender nas três situações. Há momentos dos jogos que pressionamos mais, outros que vamos ceder ao bloco mais baixo. Temos que entender, todos, no momento certo, como defender.

Soluções para saída de João Gomes
Um treinador é uma pessoa que tem que encontrar soluções. A questão do João Gomes está entregue à diretoria, nossa estratégia está pensada por nós e não pode ser pública, deve ser uma coisa nossa. Peço desculpa, mas isso deve ser tratado dentro do clube. Quando tudo estiver decidido, eles podem se pronunciar.