VÍDEO: final no futsal termina em confusão, árbitro cercado e expulsões após entrada forte

·1 min de leitura


Durante a final do Campeonato Catarinense de Futsal, o capitão do Jaraguá Leco protagonizou um momento de destempero ao cometer dura falta em cima do adversário do JEC/Krona, ser expulso por isso, e partir pra cima do árbitro do jogo, causando uma confusão onde o juiz foi intimidado também pela torcida presente que começou a tacar objetos dentro da quadra.

A policia precisou intervir no episódio e outros envolvidos na confusão acabaram expulsos do jogo. Veja o vídeo acima.

Em entrevista à rádio CBN Joinville, Leco afirmou que errou ao partir para cima de Juliano Vinícius Ramos, e que pediu desculpas pessoalmente nos vestiários. Mesmo assim, ele afirmou que discordou da expulsão, acreditando que o lance seria para cartão amarelo.

— Eu errei, não deveria ter agido daquela forma. Me descontrolei, foi muito acintosa minha reclamação, eu estava completamente errado. Não condiz com a minha história fazer um papelão daquele.(A expulsão) Me pegou desprevenido. Eu não espera ser expulso. (...) A entrada foi, sim, forte, admito, mas no meu julgamento foi pra amarelo - disse ele.

Árbitro cercado em final de futsal em Santa Catarina
Árbitro cercado em final de futsal em Santa Catarina

O árbitro precisou se afastar e aguardar a intervenção da policia (Foto: Federação Catarinense de Futsal)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos